Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Sábado 25 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 25/11/2017
mrv

Bombeiros aguardam término de obras do Grau para solicitar equipe médica

10 JUN 2015 - 08h00

O Corpo de Bombeiros de Suzano aguarda a conclusão da onstrução do Grupo de Resgate e Atenção às Urgências e Emergências (Grau) de Suzano para solicitar a equipe médica, que será responsável pelo atendimento. Ainda não foi divulgada uma data para a conclusão dos serviços. O comandante do 2º Subgrupamento de Suzano, capitão Reinaldo Almeida do Nascimento informou que cerca de 90% das obras já está concluída.

O Grau de Suzano contará com uma viatura, que atuará 24 horas por dia, e será equipada para atender aos feridos em grandes tragédias. A cada ocorrência, sairá uma equipe composta por um médico, um enfermeiro e um motorista. A Secretaria de Estado da Saúde será responsável pelo envio dos profissionais da saúde (médico e enfermeiro), ambos possuirão treinamentos especializados. Já o motorista da viatura será sempre um bombeiro. A estimativa inicial é que o Grau sirva de base para cerca de cinco equipes de saúde.

Além de prestar atendimento à região do Alto Tietê, o Grau também atenderá a parte extremo leste de São Paulo. O grupo de resgate em Suzano será o primeiro instaurado na Grande São Paulo.

"Os profissionais da saúde terão treinamento especial para atendimento de emergência em campo. Os médicos do Grau possuem um preparo de bombeiro para realizar atendimento de emergência e catástrofe", frisou o comandante. Atualmente, os bombeiros contam com o apoio do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ou solicitam o auxílio do Grupamento Aéreo Da Polícia Militar - Águia SP. Essas unidades continuarão no apoio, porém a região contará também com os atendimentos do Grau.

Segundo Nascimento, a viatura terá equipamentos exclusivos para realizar atendimentos específicos no próprio local da ocorrência. Os médicos poderão aplicar medicações e até mesmo entubar a vítima, caso haja necessidade. "Por possuírem treinamento, os profissionais também poderão atender casos nos locais de difícil acesso, espaços confinados, em locais elevados e até de incêndios, ou seja, as ocorrências que muitas das vezes as equipes do Samu não conseguem acessar. O objetivo é justamente aumentar a chance de sobrevivência da vítima".

Dentre as principais ocorrências que serão atendidas pela equipe do Grau estão os acidentes de trânsito com vítimas presas em ferragens, casos clínicos de grande complexidade, e vítimas presas em maquinários industriais. O investimento para a construção foi de R$ 220 mil.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias