Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Sexta 24 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/11/2017
mrv

Com confirmação de 14 casos de dengue, ‘frente de combate’ é criada

11 MAR 2015 - 08h01

Após a confirmação de 14 casos de dengue, a Prefeitura de Suzano informou ontem a criação de uma “frente de combate à doença” na cidade. As ações devem acontecer em conjunto com as secretarias e devem focar principalmente a conscientização da população por meio de outdoors, campanhas nas escolas e distribuição de materiais informativos nas residências. Ao menos seis secretarias participam das ações que foram determinadas pelo prefeito, Paulo Tokuzumi (PSDB).

O secretário de Saúde, Eduardo Sélio Mendes Junior, esclareceu que o objetivo principal das atividades é a conscientização da população. Ele ressaltou que o problema não é local e citou que a situação em todo o Estado também é alarmante. Mendes citou que o combate e prevenção à dengue é uma das exigências do Estado.

Em todo o Estado, foram registrados nos dois primeiros meses quase o triplo se comparado com o mesmo do ano passado, 38 mil. Em Suzano, os números apontam até agora para 75 notificações, sendo que 55 são residentes e 20 internos. Apenas um caso foi clinicamente confirmado por exames e não houve nenhuma morte em decorrência da doença.

Os bairros de Casa Branca e Jardim Varan são os que tiveram maior número de incidência, três casos cada. O coordenador de Zoonoses, Gersio Suguemoto, garantiu que assim que os pacientes chegam com queixas nos postos de saúde do município são feitas as classificações que vão determinar de se há ou não possibilidade de ser a doença. Logo após, uma equipe é enviada até a residência para averiguação e pulverização com fumaça.

“Recebemos reclamações de acúmulo de água. É importante dizer que as pessoas protejam seus recipientes a fim de evitar criadouros”, finalizou Suguemoto.

O balanço divulgado mostrou que fevereiro foi o mês com maior número de apontamentos para a doença no município, com 51 registros. Janeiro deste ano terminou com 12 suspeitas. Igual número de notificações para este mês que ainda não terminou.

Entre os casos que tiveram diagnóstico comprovado até agora, somam 14. Um em janeiro e 13 no mês passado.

Todos os bairros vão receber instruções e visitas de equipes que estão delegadas para fazer a limpeza e controle de criadouros. Para o secretário de Trânsito e Mobilidade Urbana, José Ferreira dos Santos, o maior problema em controlar os focos na cidade está no Pátio Monte Cristo, ao lado do Parque Max Feffer. Segundo ele, os carros foram acumulados sem que fosse realizado um controle destes veículos. Hoje, de acordo com estimativas são cerca de 850 lotes no local, 80% são carcaças ou ferro velho sem nenhum valor.

LEVANTAMENTO

Nos últimos quatro anos, Suzano teve 92 casos de dengue confirmado e mais de 600 notificações de casos. Dos 14 casos confirmados neste ano, um foi registrado pela secretaria de saúde e pela vigilância epidemiológica em janeiro. Os outros 13 casos foram apontados no mês passado onde foram registrados índices de precipitações acima das médias históricas.

Separadamente Suzano registrou 114 casos em 2011; 92 em 2012; 149 em 2013 e 259 em todo o ano passado. Os confirmados foram 18 em 2011; 7 em 2012; 18 em 2013 e 49 no ano passado.

Participaram também do evento, o secretário-adjunto de Saúde, Romero Lima; de Educação, Arnaldo Marin Junior, o Nardinho ; de Cultura, Suami Paula de Azevedo e de Comunicação Institucional,Valdir da Silva Alves, o Sabiá.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias