Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Quinta 23 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 23/11/2017
mrv

Condemat vai cobrar funcionamento de base da polícia SP-31 e mais câmeras

24 JUN 2015 - 08h01

Os prefeitos do Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat) listaram os pedidos que serão feitos ao secretário estadual de Segurança Pública, Alexandre de Moraes. Entre eles, estão o aumento do efetivo das polícias civil e militar, criação de um pátio regional para as apreensões feitas nas estradas da região, o funcionamento da base da Polícia Militar Rodoviária (PMRv) da Rodovia Índio-Tibiriçá (SP-31) e ajuda do Estado para a implantação de câmeras de monitoramento nas cidades da região, criando assim uma Central de Monitoramento Regional.

Os assuntos foram discutidos, na manhã de ontem, durante reunião da Câmara Técnica Legislativa. O encontro entre os prefeitos e o secretário estadual acontece amanhã, às 9 horas, em Mogi das Cruzes.

Conforme o DS publicou, no último domingo, a base da SP-31 está ficando fechada em alguns períodos porque os policiais saem para o atendimento de algumas ocorrências. Apesar disso, a Polícia Militar Rodoviária afirmou que não pretende fechar definitivamente a base e que este procedimento adotado na base de Suzano é comum.

Com relação a implantação de novas câmeras de monitoramento, Suzano já havia solicitado apoio do Estado para a implantação destes equipamentos. Além disso, a Polícia Militar (PM) anunciou recentemente que pretende reforçar o policiamento das divisas. Com as câmeras, este reforço na segurança será facilitado.

O presidente do Legislativo suzanense, Denis Claudio da Silva (DEM), o Filho do Pedrinho do Mercado, fez duas reivindicações da cidade fossem incluídas no documento do grupo que será entregue ao secretário. "A base da Polícia Rodoviária em Suzano está ficando praticamente o dia todo fechada. Isso é muito perigoso. Por exemplo, em caso de acidente, os policiais têm que se deslocar em torno de 30 quilômetros para chegar, porque a outra base fica em Santo André", revelou. "Outro ponto é em questão do policiamento. Com a base vazia, não há segurança na rodovia", disse. Ele também solicitou para que o atendimento no 2º Distrito Policial (DP), localizado no Boa Vista, seja feito 24 horas.

O presidente da Câmara de Itaquá, Wilson dos Santos (PTN), o Wilson Pirata, solicitou que dois pedidos sejam incluídos na lista: que o DP do Jardim Caiuby passe a ser 24 horas e para que seja implantado um DP na Vila Bartira. "Apresentei os temas para os demais presidentes de Câmaras que entenderam o problema e inseriram os pedidos na pauta". A implantação de uma Delegacia da Defesa da Mulher (DDM) em Itaquá. Caso, o Estado aprove será a terceira unidade especializada na região, já que existe uma em Mogi das Cruzes e uma, em fase de implantação, autorizada para Suzano.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias