Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Terça 21 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 19/11/2017
mrv

Defesa Civil e Corpo de Bombeiros trabalham no rescaldo de explosão

24 ABR 2015 - 08h01

A Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros de Suzano trabalharam durante todo o dia de ontem no rescaldo da explosão de gás de cozinha que destruiu uma residência, feriu oito pessoas e interditou outras três casas na Rua João Cunha, no Jardim Lazzareschi. Durante a operação, bombeiros tentaram resgatar um cachorro que entrou em um dos imóveis e o maquinário da Prefeitura derrubou paredes e juntou entulhos.

De acordo com o diretor da Defesa Civil, Acácio La Salvia, na quarta-feira, dia do incidente, a equipe trabalhou até as 20 horas. Uma viatura da Guarda Civil Municipal (GCM) ficou estacionada em frente às residências interditadas e outra fez rondas nas vias de entorno para preservar o local. Ontem, os trabalhos tiveram início às 8 horas. "Nossa função agora é retirar os escombros do local e expurgar os riscos existentes. Com a retirada do material. Após limpar à área será feita uma avaliação para saber os próximos passos", revela.

Salvia adianta que três casas foram afetadas diretamente e duas, localizadas ao lado do local da explosão, foram afetadas indiretamente. "A casa situada nos fundos da residência número 11 sofreu deslocamentos nas paredes. Precisaremos avaliar, para saber se há possibilidade de restauração. Mas ela continua interditada e todos os móveis foram retirados pela manhã", conta.

A prefeitura ofereceu um caminhão para os moradores retirarem os pertences das casas. Com o maquinário adequado, o rescaldo poderá ser feito em até dois dias. No entanto, no decorrer da semana será feita a retirada de entulho. A rede elétrica da rua também deve ser restabelecida aos poucos. Ela ficou desligada durante a quarta-feira e foi ligada à noite. Ontem, ela também foi desligada para que as equipes trabalhassem.

"A vizinhança tem sido muito solidária. Ajudou no resgate e na mudança. Não encontramos dificuldades para trabalhar. Além disso, a Prefeitura aguarda a melhora no estado de saúde das vítimas para cadastrá-los na assistência social e fornecer suporte", destaca. "Na medida em que fazemos a remoção dos escombros recuperamos também os pertences das famílias".

Segundo o comandante do Corpo de Bombeiros, tenente Lucas Mieteli, quatro bombeiros, além de viaturas estavam empenhados em auxiliar os trabalhos da Defesa Civil. "Hoje atuamos na segurança do local para evitar novos incidentes. Tentamos retirar o cachorro dos escombros. Ele está solto e acredito que tenha entrado na casa durante a noite. Ontem (quarta-feira) trabalhamos o dia todo com cachorros do Corpo de Bombeiros e não ouvimos nenhum barulho. Acompanharemos a ação até o final", destaca.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias