Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Sexta 24 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/11/2017
mrv

Dois apartamentos de condomínio no Jardim Santa Helena são invadidos

15 MAI 2015 - 08h01

Dois apartamentos foram furtados no Condomínio Viver Bem, no Jardim Santa Helena. Segundo uma das vítimas, uma professora de 37 anos, os imóveis foram invadidos durante o dia, por volta das 15h30. Foram levados itens eletrônicos como TV, tablet, videogame, máquina fotográfica e jóias diversas. O Boletim de Ocorrência (B.O.) foi registrado na delegacia central de Suzano, que está investigando o caso.

Para ajudar na identificação dos ladrões, a delegacia solicitou as imagens das câmeras de segurança do prédio.

Segundo a vítima, o material entregue à polícia, porém as filmagens eram de apenas uma parte do dia. "Levaram as imagens de forma errada, de somente um período. Precisou a polícia solicitar as filmagens de todo o dia. Tudo isso atrasa o andamento das investigações", disse.

O delegado titular de Suzano, Edson Gianuzzi, disse que o caso está sendo acompanhado pelo Setor de Investigação. "Estamos apurando todas as informações e em aproximadamente um mês forneceremos um relatório sobre o caso, seja ele conclusivo ou não. Se tivermos um desfecho daremos início aos procedimentos penais. Se não, o caso retorna para realização de novas diligências", disse.

A vítima reclama que o condomínio está omisso e tenta esconder o ocorrido. "Chegaram a pedir em uma reunião fechada, que fizeram comigo e com a outra moça que teve o apartamento invadido. Falaram que se alguém perguntasse sobre o caso era pra dizermos que se tratava de um boato". Além disso, ela diz que a administração está se recusando a entregar uma cópia da apólice de seguro condominial.

Para entrar no apartamento da professora os ladrões precisaram arrombar a porta quebrando a fechadura. "Troquei a porta do meu apartamento por uma mais resistente e de fechadura tetra, foi mais difícil, mas nem isso foi suficiente para evitar que os bandidos entrassem". Indignada ela diz que ninguém viu a movimentação. Acrescenta que somente uma das vizinhas diz ter ouvido um estouro, mas como ela é idosa não pôde ir verificar do que se tratava. O ocorrido foi notificado quando o zelador estava entregando as correspondências e notou que as portas estavam quebradas.

Segundo denúncia da moradora, o local é equipado por 32 câmeras, porém somente 16 estão em funcionamento. Ela diz ainda que anteriormente, para a segurança, o condomínio contava com um funcionário na portaria e outro realizando ronda. Porem, após demitirem alguns funcionários, as rondas deixaram de ser feitas. "É algo inadmissível. Na última prestação de contas veio gasto de R$ 1.185,00 de manutenção das câmeras".

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias