sexta 19 de julho de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 19/07/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Cidades

Evento aborda aspectos relacionados às crianças superdotadas nas escolas

Secretário Leandro Bassini promoveu abertura da atividade idealizada pela pasta da Educação

20 maio 2024 - 19h00Por De Suzano

A Secretaria de Educação de Suzano participou na última sexta-feira (17/05) de um evento on-line para discutir aspectos relacionados às crianças superdotadas nas escolas da rede municipal. O titular da pasta, Leandro Bassini, promoveu a abertura da atividade, que debateu o tema junto à consultora da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), Bárbara Delpretto. A condução ficou por conta do grupo Actcon, que trabalha em parceria com a administração municipal no desenvolvimento de estratégias para o Atendimento Educacional Especializado (AEE) e a transmissão foi viabilizada por meio do canal do Programa Educacional Tix Letramento no Youtube.

O propósito da iniciativa foi apresentar aos gestores da Educação suzanense as melhores estratégias para identificação das Pessoas com Altas Habilidades e Superdotação, para entender as soluções adequadas para lidar com esses alunos, garantindo a evolução adequada no ambiente escolar e a convivência ideal com os colegas. Para tanto, a especialista mostrou alguns dos estudos mais atualizados, indicando que as perspectivas em relação a esse grupo de pessoas têm se alterado ao longo da história.

Bárbara Delpretto apresentou alguns conceitos que podem ser reveladores da chamada “superdotação”, como a criatividade, habilidade acima da média e o envolvimento com a tarefa. Ao mesmo tempo, ela reforçou que crianças superdotadas não necessariamente têm relação única com o Quociente de Inteligência (QI) alto e nem somente com o ótimo desempenho acadêmico, mas incluem outros campos do conhecimento. “O embasamento teórico, o processo de identificação e o atendimento escolar são pilares importantes para trabalhar com esses alunos”, avaliou a especialista.

O secretário Leandro Bassini frisou a necessidade da discussão para melhor atender os estudantes em sala de aula. “Buscamos entender as melhores estratégias para garantir o suporte necessário a todos os perfis que temos em nossa rede municipal. É importante sabermos como os alunos superdotados lidam com as atividades propostas no dia a dia, para garantirmos o acompanhamento necessário”, declarou o titular da pasta.

Deixe seu Comentário

Leia Também