Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sexta 04 de dezembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 04/12/2020
Sec de Governo - Educação Kit de Atividades - Dezembro
Reisinger Ferreira
GOLDSTAR
Sec de Governo - Educação Kit de Atividades 02 - Dezembro
GOLDSTAR

Feira Gastronômica será realizada em praça na Estação de Suzano

Previsão é de que feira seja iniciada na segunda quinzena de novembro; serão gerados 80 empregos diretos

Por Daniel Marques - de Suzano19 OUT 2020 - 22h31
Feira será realizada em praça da Estação de SuzanoFoto: Jackeline Lima/Divulgação
Uma feira gastronômica está sendo instalada na praça da estação de trem de Suzano. Quatro contêineres já foram colocados no local.
 
A previsão é de que os boxes comecem a funcionar na segunda quinzena de novembro, gerando em torno de 80 empregos diretos e mais de 220 indiretos.
 
Os contêineres pertencem à Tree Of Life, uma empresa que vem com a proposta de "resgatar áreas públicas e privadas que estão sendo tomadas por pessoas sem teto". O local onde ocorrerá a feira gastronômica contará com sistema de monitoramento, limpeza e segurança 24 horas.
 
Trata-se de um convênio com a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). Ele acontece em outras estações do sistema, como Guaianases, da Linha 11-Coral, Itaim Paulista, e São Miguel Paulista, da Linha 12-Safira, além de Palmeiras-Barra Funda, na Zona Oeste de São Paulo. Em Suzano, o acordo terá duração de seis meses, podendo ser prorrogado, caso a CPTM queira.
 
"A grande característica da empresa é transformar o lugar. Ele vira um ambiente familiar, seguro e limpo, com variedade gastronômica e geração de emprego", destaca a diretora administrativa da Tree Of Life, Cristina Wilken. 
 
A empresa também tem contratos com a Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô) e com a ViaQuatro, empresa que administra a Linha 4-Amarela do Metrô. Santana, Capão Redondo e Bresser-Mooca são outras estações que contam com o projeto.
 
"Em Itaim e em Guaianases, trabalhamos com camelôs. Então, 90% da nossa ocupação em lojas são de ex-camelôs, que transformamos em microempresários. Todas as pessoas que trabalham conosco têm que ter empresa aberta e seus funcionários registrados em carteira. Nós transformamos vidas também", ressalta André Luiz Melo de Assis, diretor comercial da empresa. Em Suzano, cerca de 25 mil pessoas, em média, circulam pela praça onde estão sendo instalados os contêineres, segundo estimativa da Tree Of Life. Sete dos 11 boxes já estão ocupados. O local é visto como estratégico para a implantação da feira, principalmente por conta do grande movimento.
 
Queixas
 
Na última semana, um morador de Suzano reclamou da instalação dos contêineres. 
 
A suspeita de Marcos Costa, o Marquinhos da Melhor Idade, era de que criminosos estariam se escondendo atrás dos equipamentos para furtar.
 
"Eles ficam todos atrás desses contêineres. Antes não havia isso, começaram a aparecer depois da instalação. Eles ficam o tempo todo ali. Temos uma Estação de primeiro mundo, mas o lado de fora dela está muito perigoso", disse Marquinhos.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias