Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Quinta 23 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 23/11/2017
mrv

Instalação de sistema da Delegacia da Mulher será finalizada em agosto

15 JUL 2015 - 08h01

O processo de implantação do sistema de informática na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), em Suzano, deve ser concluído até a primeira semana de agosto. A inauguração do local, que está prevista para o próximo mês, depende da finalização desta etapa e da chegada e instalação do mobiliário. A placa da fachada do local já foi instalada. Agora, quem passar em frente ao imóvel localizado na Rua Nereu Ramos, 320, no Jardim Santa Helena, conseguirá identificar a nova DDM.

A estrutura do local contará com sala para a delegada e para os investigadores, além da sala de recepção, de arquivos e duas brinquedotecas. A "Sala Rosa", que atualmente funciona no Distrito Policial (DP) Central, também passará a funcionar na DDM. A presidente da Comissão da Mulher Advogada (CMA), Maria Margarida Mesquita, relatou que a implantação do novo equipamento na cidade é uma conquista muito grande. "Foi uma espera de mais de 15 anos para que Suzano pudesse ter uma delegacia da mulher. Mas foi uma espera que valeu a pena", disse.

Maria Margarida explicou que a Sala Rosa na DDM contará com equipes para realizar atendimento psicológico e jurídico às mulheres vítimas de violência. O CMA também convidou os responsáveis pela Patrulha Maria da Penha a instalarem uma equipe nas dependências da Sala Rosa.

Suzano atende diariamente, nas delegacias, entre 30 e 40 mulheres por meio da CMA e monitora aproximadamente 90 vítimas de violência doméstica com a Patrulha Maria da Penha, organizada pela Guarda Civil Municipal (GCM). "Acreditamos que com a implantação da Delegacia da Mulher os números de atendimentos aumentem. O que acontece é que hoje muitas mulheres têm medo ou vergonha de fazer a denúncia. Por isso, é importante levar a DDM ao conhecimento da população". Os atendimentos na delegacia especializada serão feito exclusivamente por mulheres.

Uma data oficial para inauguração da unidade não foi divulgada, pois tudo dependerá da implantação do sistema informatizado e de intranet da unidade, que está sendo realizado pela Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo (Prodesp).



OUTRAS AÇÕES

A Comissão da Mulher Advogada recebeu cerca de 500 folders que trazem o título "Suzano, cidade modelo no enfrentamento à violência doméstica". O material explica as ações em defesa da mulher que são desenvolvidas na cidade e foi confeccionado pela Prefeitura, por meio do Fundo Social de Suzano Gente Feliz. "O objetivo é mostrar para as mulheres que a cidade oferece assistência para as vítimas de violência. O trabalho realizado em Suzano nesta área é quase perfeito. Para ficar 100% só falta criar a Coordenadoria da Mulher", ressaltou Maria Margarida.

Além das ações já citadas, o folder ainda destacada o Anexo de Violência Doméstica, a Casa de Acolhimento para vítimas de agressão e o Centro Especializado de Assistência Social (Creas). O material será distribuído em associações, escolas e durante a realização de palestras de conscientização do tema.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias