Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Sexta 24 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/11/2017
mrv

Número de filiados a partidos políticos aumenta 65% em Suzano

19 JUL 2015 - 08h00

O número de filiados dos partidos políticos em Suzano subiu 65,28% em 2015, se comparado com o primeiro semestre de 2005. Neste ano, 27.617 pessoas já estão filiadas a alguma legenda partidária. Em 2005, o número era de 16.709. Os dados são do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). No próximo ano ocorrerão as eleições municipais para a escolha de prefeito, vice-prefeito e vereadores.

Em dez anos, partidos foram extintos e outros se fundiram criando novas legendas. Entre aqueles que permaneceram, a legenda que apresentou maior crescimento no percentual de filiados foi o Partido Comunista do Brasil (PC do B), com aumento de aproximadamente 251%. Em 2005, o partido contava com 275 pessoas filiadas, entre janeiro e julho. Em 2015, esse número já soma 965. O segundo maior percentual ficou com o Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), com cerca de 202% a mais no número de filiados. No primeiro semestre de 2005 a legenda contava com 844 filiações. Neste ano, o número passou para 2.550.

O partido de maior representação em Suzano é o Partido dos Trabalhadores (PT), que mesmo estando na terceira posição em relação ao percentual de aumento, registrando 178% a mais de filiados, ainda é o partido com o maior número físico de filiações. O PT passou de 1.236 para 3.440 eleitores associados à legenda.

O professor e sociólogo Afonso Pola enfatizou que Suzano viveu oito anos atípicos dentro do cenário político da região e esse fato deve ter culminado para o aumento do envolvimento partidário. "Suzano teve dois mandatos do PT, algo inédito na região. Os eleitores do Alto Tietê têm a tendência de serem mais conservadores e Suzano fugiu a regra. Os dois mandatos do PT em Suzano fortaleceram as atividades políticas. Não só dos que tinham simpatia, mas também dos que eram contra e precisaram se articular para ganhar força e reconquistar o eleitorado", disse.

Mesmo com o aumento geral das filiações, há partidos que viram seus números caírem. O Partido PRP teve queda de cerca de 23% na quantidade de filiados. No período de 2005, a legenda contabilizava 914 filiações, atualmente o número é de 702.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias