Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Sexta 24 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/11/2017
mrv

Plano de Educação prevê alfabetização de todas as crianças até o 3º ano

21 JUL 2015 - 08h00

O Plano Municipal de Educação obriga o município a alfabetizar todas as crianças até o 3º ano do Ensino Fundamental até o ano de 2025. Segundo o documento, são consideradas alfabetizadas as pessoas de 5 ou mais anos de idade capazes de ler e escrever pelo menos um bilhete no idioma que conhece. O plano foi sancionado pelo prefeito Paulo Tokuzumi (PSDB) e norteia ações na área da educação durante dez anos.

De acordo com o plano, atualmente a cidade tem 88,4% das crianças até 8 anos alfabetizadas. "Nas escolas municipais todos os professores que atuam no ciclo de alfabetização participam dos encontros presenciais e em seu local de trabalho. O orientador de estudo tem uma dedicação exclusiva e tem em sua carga horária do curso atender os professores em sua respectivas sala de aula, para acompanhamento e orientação", explica o documento.

Para conseguir atingir a meta, Suzano assinou o Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (Pnaic), do governo federal. O objetivo é válido para os alunos das redes municipais e estadual. Com a parceria firmada, os professores que lecionam para os anos iniciais do Ensino Fundamental ganham acompanhamento dos trabalhos. A assinatura do Pacto aconteceu em 2013. Com a inserção da meta no Plano, o município passa a ter obrigação de cumprir o objetivo até 2025.

De acordo com dados do Censo 2010, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Suzano tem mais de 3,1 mil crianças fora da escola e quase 10 mil analfabetos com 15 anos ou mais de idade, sendo que a maior proporção é para os idosos (com 60 anos ou mais). Nesta faixa etária, o número de analfabetos chega a 4.314 pessoas.



PACTO PELA EDUCAÇÃO

O Pnaic, do Ministério da Educação, prevê não somente a inserção das crianças nas escolas, como excluir os analfabetos funcionais. Isto significa que, aos 8 anos, as crianças precisam ter a compreensão do funcionamento do sistema de escrita; o domínio das correspondências grafofônicas, mesmo que dominem poucas convenções ortográficas irregulares e poucas regularidades que exijam conhecimentos morfológicos mais complexos; a fluência de leitura e o domínio de estratégias de compreensão e de produção de textos escritos.



METAS

O plano também prevê as notas que precisam ser alcançadas por meio do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) em cada ciclo de ensino. A previsão é que nos anos iniciais do Ensino Fundamental, os alunos tirem nota seis; nos anos finais do mesmo ciclo, a nota deve ser 5,5. Já no Ensino Médio, a nota deve ser 5,2.

Conforme o DS já publicou, o plano também prevê o limite de alunos por sala de aula. O objetivo é de que o número seja alcançado em ações progressivas que serão feitas ao longo dos anos. O objetivo é contar com seis crianças por turma na Educação Infantil (de zero a 2 anos), 15 estudantes para a Educação Infantil, com alunos de 3 anos; e, 25 crianças por sala de aula do Ensino Fundamental nos anos iniciais do ciclo de alfabetização.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias