Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Quarta 13 de Dezembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 13/12/2017
mrv

Radares começam a funcionar, mas apresentam problemas

24 MAR 2015 - 08h01

Seis novos equipamentos de fiscalização deveriam entrar em operação na Rodovia Índio-Tibiriçá (SP-31), a partir de hoje, segundo informações do Departamento de Estradas de Rodagem (DER). Os equipamentos estão instalados próximos aos quilômetros 58, 59, 60, 65 e dois no quilômetro 66. O funcionamento dos radares apresenta problemas. Em três pontos a fiscalização de velocidade ainda não está funcionando e em um deles já não possui uma das câmeras de segurança, que foi roubada do local.

O radar localizado no quilômetro 66 e o painel do aparelho não indica nenhuma velocidade. A lombada eletrônica também não funciona. Mais de 500 metros depois há outro radar. Dessa vez a luz amarela no topo do equipamento está piscando, porém não é medida a velocidade dos carros que passam.

Já no trecho do quilômetro 60, a situação agrava um pouco. Além dos equipamentos não funcionarem, uma das câmeras de seguranças foi roubada. A que restou está meio torta, o que indica a ação de vândalos no local. No radar do quilômetro 65 funciona parcialmente, onde apenas o aparelho localizado no centro da pista registra as velocidades.

Os radares eletrônicos que funcionam estão localizados no quilômetro 59 - Centro do distrito de Palmeiras -, e no quilômetro 58 - em frente à Escola Estadual Chojiro Sagawa. Mas nem mesmo esses estão operando adequadamente. Os números da velocidade registrados no painel de um dos equipamentos, localizados em frente à escola estadual, não aparecem por inteiro, fazendo com que o motorista não saiba exatamente qual é a marcação.

Todos os radares instalados permitem uma velocidade máxima de 40 quilômetros por hora. Durante toda a rodovia existem placas que indicam o limite de velocidade. O objetivo é reduzir os acidentes e garantir segurança aos motoristas e pedestres nos trechos mais urbanizados.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias