Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Quinta 23 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/11/2017
mrv

Relatórios de prestação de contas serão analisados na próxima semana

14 MAI 2015 - 08h01

Quinze partidos políticos de Suzano entregaram prestação de contas à Justiça Eleitoral por meio de um balanço patrimonial e de um demonstrativo de resultado social. De acordo com os relatórios as legendas apresentam juntas um valor de despesas operacionais de aproximadamente R$ 245.185,60. Os números se referem ao exercício dos partidos em 2014. Os dados das prestações de contas serão analisados na próxima semana pelo cartório eleitoral do município e pelo Ministério Público (MP). O cálculo deve ser feito anualmente e apresentado até o prazo de 30 de abril.

Além das despesas o relatório apresenta o valor da receita e patrimônio líquido, doações feitas por pessoas físicas e jurídicas, resultado acumulado do exercício, comissões, dentre outros. Em relação à despesa, o Partido dos Trabalhadores (PT) apresentou um maior gasto com R$ 116.145,34; seguido pelo Partido Democrático Brasileiro (PDB), que apresentou valor de R$ 46.483,69 em despesas administrativas.

Os órgãos competentes verificarão a correta regularidade das contas e dos registros contábeis, como também da aplicação dos recursos recebidos sejam próprios ou de fundo partidário. A análise é feita com base na resolução 23.432, de 2014, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). "Quinze dias após a fixação dos dados, temos um prazo de cinco dias para realizar a análise das contas, além disso, qualquer partido político também pode contestar os dados" explicou a chefe de cartório da Zona Eleitoral 181 de Suzano, Imaculada Pires.

Dentre as irregularidades que serão apuradas, a chefe de cartório ressaltou que cada partido deve, por exemplo, ter uma conta corrente, com devido Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ), para depósito de toda doação em dinheiro recebido pela legenda. Ela explica também que caso o partido ainda receba verba de fundo partidário, a mesma deve abrir uma segunda conta só para este fim. "Se o partido recebe essas verbas e as contas não existem, isso contará como irregularidade".

Além dos partidos já citados, as legendas que fixaram o relatório das contas foram: Partido Comunista do Brasil (PCdoB), Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU), Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), Partido Verde (PV), Partido Democrático Trabalhista (PDT), Partido Popular Socialista (PPS), Partido Trabalhista Cristão (PTC), Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB), Partido Progressista (PP), Partido Trabalhista Nacional (PTN), Partido Social Liberal (PSL), Solidariedade (SD), Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) e Partido Democrático Trabalhista (PDT).

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias