Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 15 de agosto de 2018

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 14/08/2018
PMMC AGOSTO - ANTIRRÁBICA
MRV AGOSTO - SÁLVIA
PMMC AGOSTO - VACINAS

Sindicato apoia vinda de hospital e antigo Campos Salles reabre em setembro

13 AGO 2015 - 08h00
A encarregada-geral do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde de São Paulo (SinSaudeSP) na região, Elza Maria Alvarez, afirmou que a população de Suzano ficará mais respaldada, a partir de outubro, com a abertura do Hospital Santa Maria, que ocupará o prédio onde funcionava a unidade 2 da Santa Casa. Além disso, ela afirmou que uma nova unidade de saúde será aberta no próximo mês, onde antes funcionava o Hospital e Maternidade Campos Salles.

"O sindicato ficou muito contente com a notícia e eu, particularmente, asseguro que para o pessoal de Suzano, o ganho é de 100%". Elza ainda observou que, com base em conversas mantidas com empresários do Hospital Suzan Cor (na área do antigo Campos Salles) abrir as portas em um mês. "Parece que eles só estão aguardando alvarás para começar a funcionar", pontuou.

O parecer da representante dos profissionais de Saúde sobre o Hospital Santa Maria, veio um dia após o anúncio de que o Grupo Samed, de Mogi das Cruzes, fechou contrato com os antigos sócios do Hospital e Maternidade São Sebastião para ocupar o prédio onde funcionava a Santa Casa 2. O local atenderá exclusivamente a convênios e o Pronto-Atendimento será aberto já em outubro. O espaço também contará com maternidade. O investimento, incluindo a disponibilização de 110 leitos a curto e a médio prazo, é estimada em R$ 12 milhões.

"Acho que agora vamos ter mais qualidade nos atendimentos, principalmente para os munícipes de Suzano, que não tinham a quem recorrer". Desde o fechamento oficial da Santa Casa 2, no final de junho, os suzanenses com planos de saúde precisavam recorrer a outras cidades para buscar atendimento em hospitais particulares. Elza atentou que acompanhou a negociação entre Samed e sócios do antigo São Sebastião e que mantém contato com a diretoria mogiana há 15 anos. "Posso garantir que a população vai ficar muito bem amparada".

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias