Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Logo de aniversário de 60 anos
sexta 07 de maio de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 07/05/2021
CLUDE DS DIA DAS MÃES
Cazarini
 SP EDUCAÇÃO - SAC_210326-001 - CORONAVIRUS - VACINACAO PROFISSIONAIS
Quality Admistração de Condomínios
MAGIC CITY - CAMPANHA SOLIDÁRIA

Sindicato estima 60% em home office e envia proposta de reajuste

Servidores de Suzano aguardam melhora de situação pandêmica para negociar reajustes

Por Matheus Cruz - de Suzano13 ABR 2021 - 21h40
Sindicato dos Servidores prepara pauta, mas sabe das dificuldadesFoto: Regiane Bento/DS
O Sindicato dos Servidores Públicos de Suzano conta com a melhora do cenário da pandemia para iniciar as tratativas de reajuste salarial para a classe. Atualmente o setor contabiliza 1,4 mil servidores sindicalizados, desses, pelo menos 60% seguem em atividades remotas. 
 
Segundo o presidente da entidade, Cláudio Aparecido dos Santos, o Ted, a pauta em relação ao pedido de reajuste de salário de 5%, questões trabalhistas e sociais, já foi encaminhada para a administração e à Câmara de vereadores. Entretanto, o fator pandemia pode atrasar por algumas semanas o início da negociação. 
 
"Já encaminhamos a pauta para a administração e para a Câmara para iniciar as tratativas. Momentaneamente, não dá pra fazermos isso em virtude da pandemia. Mas assim que der uma amenizada nos números de contaminação e óbitos, estamos prontos pra negociar", explicou.
 
Além do fator pandemia, o líder do sindicato entende que existam outras atividades realizadas pela Câmara que ainda estão à frente da pauta encaminhada. Por isso, a cautela é necessária para que as negociações ocorram dentro dos protocolos, sem trazer riscos.
 
"Estamos na espera de uma sinalização para começar as tratativas. Temos a consciência que não podemos parar a administração e a Câmara para sentarmos e conversarmos. Até porque, diante do vírus, também estamos em risco", disse. 
 
Apesar de parte do setor trabalhar de forma remota, o sindicato descarta a possibilidade das conversas acerca do reajuste ocorrer online. Por considerar um assunto primordial e delicado, o representante da entidade avalia que é de suma importância que as conversas ocorram presencialmente. 
 
Além dos pedidos do reajuste, a expectativa pelo início da vacinação também é alta entre a entidade. Contudo, é avaliada a demora no processo de imunização. "Infelizmente as coisas estão demoradas. Mas claro que mantemos a expectativa pela vacina. Queremos não apenas que os servidores recebam as doses, como também toda a sociedade. Assim vamos conseguir retomar a normalidade", destacou.
 
Alguns segmentos do serviço estão em home office desde o ano passado, como professores e trabalhadores considerados em grupo de risco. Entre os que estão ainda em atividade presencial, o presidente da categoria aproveitou para reforçar a importância dos trabalhadores que ainda atuam no trabalho presencial, inclusive na linha de frente.
 
"Ainda temos os trabalhadores que atuam nos cemitérios, por exemplo. Imagine se não existissem essas pessoas ou se eles paralisassem seus trabalhos diante do que estamos passando. Essas pessoas precisam de ainda mais reconhecimento, principalmente neste momento", completou.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias