Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Quarta 13 de Dezembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 13/12/2017
mrv

Suzano vai receber de volta área de mais de 71 mil m² para construir hospital

15 MAI 2015 - 08h01

A Prefeitura de Suzano vai receber de volta uma área de 71.138,577 metros quadrados no Jardim Imperador para a construção do Hospital Regional. A área pertence à Faculdade Piaget e foi concedida pela administração municipal em 2007, por meio de concessão de direito real de uso resultante de concorrência pública. O terreno total possui 165.781,05 metros quadrados de extensão. A cessão da área foi aprovada pela Câmara na noite de quarta-feira por meio de um projeto de lei elaborado pelo prefeito Paulo Tokuzumi (PSDB). Além disso, a administração pretende fazer um prolongamento da Rua Sete de Setembro, que atualmente termina na Avenida Senador Roberto Simonsen, até a Avenida Paulista.

A Prefeitura informou que além do hospital, da faculdade e do Instituto Federal de São Paulo (IFSP), o local contará com Centro de Referência Ambiental, Centro Especializado de Reabilitação, Diretoria de Ensino Estadual, Secretaria de Educação, Escola Técnica, Faculdade de Tecnologia, entre outros equipamentos.

A Piaget afirmou que a cessão da área foi feita de forma amigável. A faculdade informou que em março, quando o fundador e presidente do Instituto Piaget de Portugal, Antonio Oliveira Cruz, esteve na cidade, ele recebeu de Paulo Tokuzumi (PSDB) o pedido para que a instituição cedesse uma parte da área.

Segundo a assessoria de imprensa da instituição, na ocasião, o prefeito falou sobre a dificuldade do município em encontrar novos espaços para instalar equipamentos públicos necessários para a população, entre eles o Hospital Regional, que já tinha verba aprovada. "Após ponderar sobre o pedido e analisar o projeto do campus, Oliveira Cruz concordou com a cessão por entender que haverá benefício social para a cidade e que o projeto educacional da Piaget não será prejudicado". O presidente também atentou que cederia parte do terreno desde que o processo fosse feito de forma legal, com respaldo jurídico e aval da Câmara.

Em relação a Lagoa Azul, a Piaget reforça que ela faz parte das contrapartidas direcionadas ao município. Contudo, a Lagoa não faz parte do terreno usado pela faculdade. "As contrapartidas deverão ser rediscutidas. Vale lembrar que a Piaget, desde sua implantação, iniciou um projeto de recuperação da área degradada: cercou todo o terreno da lagoa e elaborou o projeto de implantação de um parque. Esse projeto ainda não foi concluído porque depende de autorização da Prefeitura que aguarda liberação da Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo", explica.



HOSPITAL

A Prefeitura informou que o processo licitatório para declarar a empresa que vai construir o hospital será concluído em 9 de junho. A Secretaria de Assuntos Jurídicos esclarece que o Consórcio HF-CDG vencedor na pré-qualificação terá o direito legal de participar do procedimento. "Vale ressaltar que a licitação vigente respeitará todos os trâmites legais como o recebimento e abertura dos envelopes". Serão investidos R$ 25 milhões na primeira etapa da obra. A verba já foi liberada pela Caixa Econômica Federal (CEF). A unidade terá capacidade para 210 leitos e atenderá pessoas de Suzano e região.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias