Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 11 de agosto de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 10/08/2020
PMMC ALEITAMENTO MATERNO
PMMC ECOTIETÊ
PMMC  VACINAÇÃO - SARAMPO
Pmmc Mutirão da Catarata
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Segurança Pública

TCE aponta 1,4 mil presos acima da capacidade nos Centros de Detenção Provisória da região

Resultado saiu de uma auditoria realizada pelo Tribunal no fim de 2019

Por Daniel Marques - da região26 JUL 2020 - 16h00
Número de presos nos CDPs supera a capacidadeFoto: Arquivo/DS
Auditoria feita pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) indica um déficit de 1.423 vagas em unidades prisionais do Alto Tietê em 2019. Em todo o Estado, o número de presos supera o número de vagas em mais de 83 mil.
No levantamento, realizado em dezembro de 2019, o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Suzano aparece com 844 vagas e 1.563 detentos. Já a unidade de Mogi conta com 1.548 presos, também para 844 vagas. Na região, são 3.111 homens encarcerados em 1.688 espaços.
 
A capacidade média de vagas por unidade prisional considerada pelo TCE é para 823 presos. Assim, o levantamento constatou que há 231.287 detentos no Estado para 147.942 vagas.
 
Ainda de acordo com a auditoria, mais presos entraram do que saíram das unidades no Estado. 
Em todo o território paulista, 120.754 indivíduos foram encarcerados, enquanto apenas 119.029 deixaram a prisão no ano passado, representando um crescimento de 1.725 presos no sistema para este ano.
Os dados, divulgados na última quinta-feira (23), fazem parte da análise da prestação de contas do governo do Estado sobre o ano passado. 
 
O objetivo foi de acompanhar as ações que vêm sendo realizadas pela Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), como na estrutura das unidades penitenciárias, população carcerária, aparato tecnológico e quadro de funcionários, além de condições de segurança e reintegração social.
 
Aparato tecnológico
 
A auditoria também levantou o número de aparelhos tecnológicos usados nos dois CDPs da região e constatou que todos os que estão disponíveis funcionam normalmente.
 
Ao todo, a unidade prisional de Suzano conta com dois scaners corporais, três aparelhos de raio-x e 13 detectores de metais. Já o CDP de Mogi possui dois scaners corporais, quatro aparelhos de raio-x e 18 detectores de metais.
Nenhuma das duas unidades prisionais da região possui bloqueador de celulares.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias