Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Quinta 23 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/11/2017
mrv

PM reintegra área ocupada ao lado do Trecho Leste do Rodoanel na região

04 AGO 2015 - 12h37
A pedido do Tribunal de Justiça, a Polícia Militar (PM) realizou, na manhã de ontem, a reintegração de posse de uma área de 2,7 milhões m². O terreno, localizado ao lado do Trecho Leste do Rodoanel Mário Covas (SP-21), abrange bairros de três cidades – Itaquaquecetuba, Arujá e Guarulhos. Ação foi solicitada pela Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), proprietária da área.

Segundo informações da PM, quando os cerca de 550 policiais chegaram, o terreno já estava vazio. Agentes dos três batalhões da região (17º, 32º e 35º), além do pelotão da Cavalaria, Batalhão de Choque, tropas da Força Tática, Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicleta (Rocam), 31º e 44º batalhões participaram.

Os policiais foram divididos em três frentes: duas operaram em Arujá e uma em Itaquá. De acordo com o capitão Davi, porta-voz da PM, três famílias ainda permaneciam na área quando chegaram. “Não tinham para onde ir, mas foram deslocados para casa de parentes. Um caminhão disponibilizado pela CDHU levou os móveis e madeiras”, revela. Não houve resistência e, além das 500 famílias que estavam em casas improvisadas, tinham outras cinco mil demarcações.

De acordo com um oficial de Justiça, a multa para quem permanecer ou voltar para a área é de R$ 5 mil por dia, segundo liminar. A CDHU informou que parte do terreno é de proteção ambiental e a outra é destinada à implantação de projetos habitacionais. A companhia destaca também que disponibilizou 50 caminhões com 300 ajudantes uniformizados para efetuar a mudança dos móveis. As prefeituras ajudaram na ação com mobilização de agentes das Guardas Civis Municipais (GCM).

REINTEGRAÇÃO

A Justiça determinou a desocupação da área a pedido da CDHU, proprietária do local. A ordem judicial requisitou à PM auxílio para a reintegração. A ação foi decisão conjunta de três juízes. Eles determinaram a reintegração do trecho da Estrada do Tronco, no Jardim Aracília, em Guarulhos; da área próxima à Avenida Arando Pereira, no Jardim Emília, em Arujá; e terreno na Fazenda Albor, na Avenida Pedro Cunha Albuquerque Lopes, no Perobal, em Itaquá.

O levantamento prévio da PM apontava que o terreno havia sido ocupado há seis meses e 1,8 mil pessoas demarcaram os locais com tendas de lona e barracas de madeira. Na área de Itaquá, havia quatro casas de alvenaria. Oficiais de Justiça, Secretaria de Habitação, Corpo de Bombeiros, representantes do CDHU, Samu e representantes dos moradores também participaram da ação.

TRÂNSITO

Bloqueado desde as 2 horas de domingo para a ação, o Trecho Leste teve todas as pistas liberadas às 9h30 de ontem. A ação causou lentidão em outras rodovias, como na Ayrton Senna, onde por volta das 8h15 o tráfego ficou lento, sentido São Paulo, por excesso de veículos. Para o interior o movimento foi normal. Foi bloqueado trecho de cinco quilômetros do Trecho Leste, entre a Ayrton Senna (km 124) e Presidente Dutra (km 129).
 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias