Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Sexta 24 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/11/2017
mrv

Poá quer ação conjunta com CPTM para melhorar segurança próximo a estação

10 JUN 2015 - 08h01

 O secretário de Segurança de Poá, Carlos Setsuo, se reuniu na manhã de ontem com os técnicos da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) para resolver questões de segurança próximo ao canteiro de obras de acesso à estação ferroviária. Com os tapumes colocados para a realização da obra, nas dependências da Praça Atílio Santarelli, no Centro, o local ficou vulnerável a atuação de pessoas más intencionadas e muitos utilizam o lugar como banheiro, portanto a Prefeitura solicitou ação em conjunto com a CPTM.

Durante o encontro, o secretário explicou a situação aos técnicos da companhia e, ressaltou que o objetivo da Prefeitura é colocar a Guarda Civil Municipal (GCM) em patrulhamento no canteiro de obras, porém necessita acertar a ação, juntamente com os vigilantes da obra para que os guardas sejam autorizados a entrar no local para fazer a ronda. "São detalhes primordiais para uma operação, até mesmo para que o GCM saiba identificar o vigilante e quem é aquele que adentra obra como forma de esconderijo para cometer crimes contra as pessoas que ali passam", disse Setsuo.

Ele frisou ainda que o prefeito Marcos Borges (PPS) solicitou urgência neste caso. Diante disso, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Segurança, também pediu o aumento da iluminação neste acesso da CPTM que se encontra em obra, com a colocação de refletor na parte elevada do acesso para clarear o canteiro.

Além disso, existe o fato de que muitas pessoas, principalmente aos fins de semana, fazem o local de banheiro ao ar livre. Segundo o secretário, os tapumes tornam alguns pontos restritos, favorecendo também esta situação. "É preciso uma solução urgente, pois o local fica sujo e com forte odor", comentou.

O chefe de departamento da CPTM, Ivan Finimund, presente no encontro, informou que diante das solicitações da Prefeitura, se comprometeu em apresentar as soluções até sexta-feira, uma vez que precisa entrar em contato com a empresa responsável pela execução da obra. Ele pontuou que será necessário tratar a respeito da comunicação com o vigilante do canteiro, sendo ele, contratado da empreiteira e as formas que a CPTM também poderá atuar em auxílio.

Mesmo assim, o secretário enfatizou que medidas por parte da Prefeitura de Poá já começam a ser tomadas, já que a GCM faz patrulhamento por toda a cidade, incluindo a região da Praça Atílio Santarelli. "O prefeito Marcos Borges prioriza a segurança de todos", ressaltou Setsuo.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias