Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Quinta 23 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 23/11/2017
mrv

Mais segurança

17 ABR 2015 - 08h00

Mais segurança é sempre um dos maiores pedidos em qualquer pesquisa feita com a população. As ações para tentar coibir a onda de violência são estudadas a todo tempo por parte das autoridades.

A tecnologia é uma aliada. O DS trouxe, na edição de ontem, reportagem mostrando que Suzano vai contar com um novo modelo de monitoramento por câmeras. A expectativa é de que o sistema deva auxiliar de forma eficaz o combate à criminalidade aumentando a sensação de segurança. Só para lembrar, Suzano foi uma das primeiras cidades do Estado de São Paulo a utilizar o monitoramento nos anos 90.

Foi considerada cidade modelo. De lá para cá, o avanço no número de novas câmeras foi menor. Nesta semana, a Prefeitura de Suzano anunciou que, nos próximos meses, serão implantados seis equipamentos de longo alcance, que serão instalados em pontos estratégicos da cidade. A ação faz parte do Sistema Integrado de Tecnologia, que tem como objetivo promover uma ampla visão da cidade por meio do monitoramento por câmeras.

Cidades do País já tiveram grande sucesso com a implantação de um Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp), como foi o caso de Niterói. O município fluminense foi o primeiro do Estado do Rio de Janeiro, com investimentos superiores a R$ 20 milhões a ter o sistema com implantação de portais de monitoramento em todas as entradas da cidade, todos dotados de programas de reconhecimento e identificação de placas de veículos. Ao todo, foram 450 câmeras distribuídas por todo o município, das quais 80 equipadas com os botões de pânico. A instalação das câmeras de vigilância de longo alcance começa neste mês.

Em Suzano, equipes farão o monitoramento 24 horas das principais vias, com o objetivo de analisar possíveis pontos de engarrafamento, entre outros percalços, que possam prejudicar a mobilidade urbana ou ameaçar a segurança da população.

A secretaria já definiu alguns pontos estratégicos para a instalação das câmeras de longo alcance. Uma delas será fixada na Rua Doutor Prudente de Moraes (SP-66); outra será instalada no fim da Avenida Antônio Marques Figueira com a Rua Baruel. Na esquina da Rua Regina Cabalau de Mendonça com a Rua General Francisco Glicério será fixada outra câmera. A ação é positiva porque vai garantir sensação de segurança a todos.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias