Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Quarta 22 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 21/11/2017
mrv

Previdência Social

09 JUL 2015 - 08h00

Graves problemas estruturais da Previdência Social no Brasil têm preocupado os especialistas, a saber: o gigantismo do sistema, pois é uma folha de pagamento de 20 milhões de pessoas; a concessão de benefícios sem a contrapartida de contribuição, a incapacidade política e gerencial de sucessivos governos em coibir aposentadorias muito jovens e de eliminar certas práticas moralmente condenáveis, mas estribadas em leis aprovadas; também é preocupante a vulnerabilidade do sistema às fraudes e inadimplências.

Com tantos problemas na Previdência, a solução encontrada é impor limites aos benefícios - e esses limites acabam recaindo sobre o trabalhador CLT assalariado, modestamente protegidos por sindicatos que mal conhecem o assunto Previdência, dizem especialistas.

Assim, ao envelhecer e se aposentar, o trabalhador recebe uma aposentadoria insuficiente para uma sobrevivência digna àquela altura de sua existência. Considerando que o número de velhos vem aumentando, o que é bom, os cofres da Previdência têm rombos cada vez maiores, o que é ruim.

Nesta semana, mais uma reflexo de todo o problema. Os servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) decidiram entrar em greve. Também participam da mobilização funcionários de postos e núcleos do Ministério da Saúde, além de locais de trabalho da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A paralisação ocorreu em 16 estados: Amapá, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Paraná, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins.

Na região, houve greve, mas sem muitos reflexos. Os funcionários pedem um reajuste salarial de 27,5 % imediato, com aumento gradual durante os próximos quatro anos. Além do reajuste, querem melhorias nas condições de trabalho e no atendimento à população.

A Previdência Social é um seguro que garante uma aposentadoria ao contribuinte quando ele para de trabalhar. Para ter direito a esse benefício, o trabalhador deve pagar uma contribuição mensal durante um determinado período ao INSS.

No entanto, é importante que todo este sistema funcione bem para garantir ao trabalhador uma remuneração digna após descansar de todos os anos de trabalho.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias