Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Sexta 24 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/11/2017
mrv

Bom Senso F.C. pede a renúncia de Del Nero da presidência da CBF

09 JUN 2015 - 08h00

Jogadores, técnicos e ex-atletas profissionais de futebol que integram o Bom Senso F.C. pediram ontem a renúncia do presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Marco Polo Del Nero. Para o grupo, que defende a profissionalização e a moralização do futebol brasileiro, é pouco provável que a confederação, sob a gestão de Del Nero, aprove medidas que tornem a modalidade esportiva mais democrática e transparente.

Em nota, o Bom Senso defendeu a convocação de novas eleições para escolher, até o fim do ano, uma nova diretoria para a CBF, entidade responsável pela implementação das propostas de mudanças estatutárias defendidas pelo grupo.

A iniciativa ocorre após as denúncias de corrupção que atingem alguns dos principais dirigentes da Federação Internacional de Futebol (Fifa).

Reeleito para o quinto mandato, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, renunciou depois que autoridades dos Estados Unidos e da Suíça acusaram dirigentes esportivos e empresários de cobrar propina ao negociar contratos de marketing, direitos de transmissão de jogos organizados pela Fifa e escolha de países-sede das duas próximas edições da Copa do Mundo (Rússia, em 2018, e Catar, em 2022).

De acordo com a nota do Bom Senso, "o torcedor, a comunidade do futebol e a sociedade brasileira cobram mudanças reais no modelo de gestão da CBF".

Entre as mudanças defendidas pelo grupo, o destaque é a limitação de mandatos para a presidência da CBF. O Bom Senso defende somente uma reeleição. O grupo também reivindica democratização das instâncias de decisão da CBF, como o colégio eleitoral, a assembleia geral e os conselhos técnicos.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias