Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Quinta 23 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 23/11/2017
mrv

Brasil perde nos pênaltis para o Paraguai e está fora da Copa América

28 JUN 2015 - 08h00

A seleção brasileira perdeu para o Paraguai nos pênaltis ontem e está eliminada da Copa América, nas quartas de final. Após empate por 1 a 1 no tempo regulamentar, Éverton Ribeiro e Douglas Costa desperdiçaram as cobranças e classificaram o adversário, que triunfaram por 4 a 3, para a próxima fase. Os paraguaios agora enfrentarão a Argentina na terça-feira, às 20h30.

Com um futebol apático e sem criatividade, o time brasileiro não fez por merecer a classificação. Encontrou dificuldades para criar oportunidades de gol e viu o fantasma da última Copa América se tornar realidade quando levou o primeiro gol de pênalti, no segundo tempo, em uma infelicidade de Thiago Silva que colocou a mão na bola dentro da área. O vexame só não foi tão grande quanto o da última edição, quando os brasileiros erraram todas as cobranças. No entanto, não há o que comemorar.

Na primeira partida mata-mata após o humilhante 7 a 1 para o alemães na Copa do Mundo, o Brasil dá adeus ao torneio continental e mostra que precisará de muito trabalho para retomar o protagonismo de outros tempos. O técnico Dunga precisará rever muito do que tem feito, incluindo substituições sem muito sentido, como a saída de Robinho nos minutos finais de um jogo que estava prestes a ir para os pênaltis.

O JOGO

O chute perigoso de Philippe Coutinho logo no primeiro minuto de jogo para defesa de Villar foi a falsa impressão do que poderia ser o jogo. A seleção brasileira apanhou bastante no primeiro tempo e encontrou dificuldades para pressionar o Paraguai.

O gol saiu em uma rara oportunidade que o Brasil conseguiu trocar passes. A jogada começou no campo de defesa, foi para o lado esquerdo, para o centro com Robinho, que tocou para Elias. O volante dominou e viu Daniel Alves aparecer na ponta direita. O lateral foi à linha de fundo e cruzou rasteiro. Firmino deixou passar para Robinho empurrar para a rede.

O Paraguai esboçou uma reação, partiu ao ataque, mas faltava qualidade aos atacantes. O Brasil tentava sair em velocidade, mas era parado com faltas duras. Philippe Coutinho foi bloqueado com o braço e o árbitro mandou o jogo seguir. Valdez deu uma tesoura em Filipe Luís. Aguilar entrou com a trava da chuteira em Fernandinho. Elias também tomou um pontapé por trás quando tentava o contra-ataque.

Na segunda etapa, o Paraguai começou melhor. Gonzalez cobrou falta e Jefferson espalmou logo no início. A seleção respondeu com Philippe Coutinho, que lançou para Robinho, impedido. Os paraguaios continuavam a levar perigo em jogadas de bola parada. Após cobrança de escanteio, Paulo da Silva cabeceou para grande defesa de Jefferson.

O Paraguai insistia nas jogadas aéreas e conseguiu o empate graças a um pênalti infeliz de Thiago Silva. Assim como fez com a camisa do PSG contra o Chelsea nas oitavas de final da Liga dos Campeões, o zagueiro subiu de olho fechado para tirar a bola de cabeça e colocou a mão na bola. Pênalti, que Derlis González cobrou para empatar. E, ao contrário da partida pelo clube francês, o brasileiro não compensou no ataque ao não marcar o gol da classificação.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias