Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Sexta 24 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/11/2017
mrv

Brasileiro do polo aquático é acusado de estupro no Pan. Basquete está na final

25 JUL 2015 - 08h00

O goleiro da seleção brasileira de polo aquático, Thye Bezerra Matos, de 27 anos, é investigado pela polícia de Toronto por abuso sexual, informou a insperatora-chefe de crimes sexuais, Joanna Beaven-Desjardins, na tarde de ontem, em entrevista oficial em Toronto. Ainda ontem, o basquete brasileiro conquistou a classificação para as finais da categoria masculino nos Jogos e o atleta Julio Cesar Oliveira conquistou bronze no lançamento de dardo.

O jogador brasileiro que disputou os Jogos Pan-Americanos teria assediado uma garota canadense de 22 anos no dia 16 de julho, quanto a delegação do polo estava na cidade. O nome da vítima não foi revelado. A polícia disse ter 100% de certeza de que foi Thye. E até divulgou sua foto no site oficial da corporação.

A vítima fez uma denúncia à polícia, que não informou maiores detalhes sobre o caso, a pedido da família. De acordo com a inspetora-chefe Joanna Beaven-Desjardins, Thye entrou na casa da garota sem ser convidado e foi até o seu quarto. Ele estava acompanhado de um amigo. Nenhum deles usava uniforme da delegação brasileira.

O abuso, de acordo com polícia, aconteceu na manhã do dia 16 na casa da garota. A Polícia de Toronto trata o caso como sex assault (no Canadá, a legislação não diferencia estupro de abuso sexual). A pena máxima, de acordo com a legislação canadense, é de até 15 anos.

Thye já deixou o Canadá depois da participação do Brasil na competição. Ele está na Rússia com a delegação de polo para o Mundial de Esportes Aquático de Kazan. Poderá ser extraditado para o Canadá. A Justiça canadense trabalha para que Thye retorne a Toronto e responda a acusação imediatamente.

Basquete

Quatro anos após levar uma virada no fim da partida diante da República Dominicana e ser eliminada de forma vexatória ainda na primeira fase dos Jogos de Guadalajara, a seleção masculina de basquete se redimiu ontem, em Toronto - mas com uma dose de dramaticidade. O time do técnico argentino Rubén Magnano derrotou os dominicanos por 68 a 62, pela semifinal dos Jogos Pan-Americanos, e se classificou à final, que será hoje, às 17h30 (de Brasília).

dardo

Em nenhuma prova masculina do atletismo o Brasil tem tão pouca tradição quanto no lançamento do dardo. Até o início do ano, só uma vez um dardo lançado por um brasileiro havia alcançado mais de 80 metros. Mas, 11 anos depois de ser medalhista no Mundial Júnior, Julio Cesar Oliveira está disposto a mudar esse cenário.

Ontem, ele faturou uma inesperada medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos.

Oliveira teve a companhia do norte-americano Riley Dolezal (81,62 metros) e do tobaguiano Keshorn Walcott (83,27 metros).

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias