Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Terça 21 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 21/11/2017
mrv

Classificado no G4, Mogi joga contra o Flamengo para garantir 3º lugar

25 MAR 2015 - 08h01

Na busca pelo terceiro lugar no Novo Basquete Brasil (NBB), o Mogi/Helbor enfrenta hoje, às 20 horas, o Flamengo no Ginásio Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro. Esta partida é um confronto direto para a disputa na posição, já que o time carioca está em 3º lugar e o Mogi em 4º. A garantia de que a equipe mogiana se classificará no G4 - o que permite ir direto para a disputa nas quartas de final - foi a derrota do Minas para o Rio Claro na última sexta-feira.

Além da disputa pela posição na tabela, o jogo promete um outro destaque já que os dois principais cestinhas do NBB estarão em quadra. O ala mogiano Shamell ultrapassou o jogador do Flamengo no número de pontos. "Marcelinho é um jogador que eu respeito desde que cheguei no Brasil. Acho que ele é um dos melhores jogadores do País. Vai ser um confronto legal. Não só entre nós dois, mas das equipes. Com relação a nós, um vai marcar o outro. Claro que a gente presta atenção no que o outro está fazendo. Vai ser uma briga boa porque ele é muito competitivo e eu também”.

O armador Elinho Corazza afirmou que o time vai entrar em quadra com o objetivo de conquistar o terceiro lugar. "A gente tem que entrar com a mesma mentalidade do jogo contra o Paulistano, em clima de playoff. A gente tem que ir para o Rio com esta cabeça, de tentar ganhar lá porque a gente não garante o terceiro lugar ganhando direto, mas a gente tem vantagem por conta da derrota que eles tiveram com WO, o que nos garante um ponto a mais". O pivô Thomas Gehrke frisou que a vitória garante grandes oportunidades de ficar entre os três primeiros."O foco é a gente ganhar o próximo jogo porque a gente sabe que se isso acontecer, a chance de estar entre os três é muito grande".

O também armador Gustavinho Lima explicou que o time estudou o que é necessário fazer para anular o adversário. "Nosso time está preparado, estudou bem o time deles e está confiante. Vamos neutralizar as principais armas deles e tentar sair com a vitória. O Flamengo tem algumas armas que às vezes se destacam, enquanto o grande trunfo do nosso time é o coletivo e se a gente jogar bem no coletivo pode conseguir esta vitória".

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias