Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 24 de janeiro de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/01/2021
CENTRO MÉDICO CLUBE DS  - OFTALMOLOGIA
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Esportes

Em partida equilibrada, Mogi Basquete perde para Campo Mourão pelo NBB

Com a derrota, o time se mantém na 9º colocação na tabela do NBB (Novo Basquete Brasil) e segue com o objetivo de terminar o primeiro turno classificado para a Copa Super 8

Por de Mogi05 JAN 2021 - 11h02
Em partida equilibrada, Mogi Basquete perde para Campo Mourão pelo NBBFoto: Antônio Penedo/Mogi Basquete

O Mogi das Cruzes Basquete foi superado pelo Campo Mourão por 92 a 86 nesta segunda-feira (4), no Ginásio do Parque São Jorge, em São Paulo. Com a derrota, o time se mantém na 9º colocação na tabela do NBB (Novo Basquete Brasil) e segue com o objetivo de terminar o primeiro turno classificado para a Copa Super 8, que acontecerá ainda este mês. O grupo já volta à quadra nesta quarta-feira (6) para enfrentar o Pato Basquete, às 17h30, também na capital. O duelo poderá ser acompanhado em tempo real pelo site da Liga Nacional (lnb.com.br).

O jogo foi equilibrado desde o começo, com uma boa vantagem para os mandantes por 28 a 20 no primeiro quarto. No segundo, a equipe do técnico Guerrinha reagiu, vencendo por 23 a 17. Após o intervalo, o jogo se manteve equilibrado, com vitória dos paranaenses por 24 a 21 no terceiro e no último por 26 a 19, consolidando o triunfo.

“Eles fizeram uma defesa bem agressiva, praticamente tirando o Fúlvio do jogo, e não tivemos outros atletas para fazer esse tipo de função. Teremos mais quatro jogos esta semana e, com certeza, os outros times irão explorar muito isso. Mesmo assim, fizemos 86 pontos. Os jogadores deles tiveram um bom rendimento e souberam jogar, principalmente no final. Foi mérito do Campo Mourão, que soube ganhar com propriedade”, ressalta o técnico Guerrinha.

Os destaques mogianos do jogo foram os alas pivôs Wesley Castro, o mais eficiente (30), com 26 pontos e oito rebotes, Luis Gruber, com 17 pontos, e Fabricio Russo, com oito pontos e oito assistências. Também foram bem os alas Wesley Mogi, com duplo-duplo de 11 pontos e 10 rebotes, e Dominique Coleman, que marcou seu retorno após seis semanas tratando de uma lesão na panturrilha direita, com 14 pontos e cinco rebotes, em 27 minutos em quadra.

A equipe ainda terá outros dois duelos para fechar o turno: Brasília (sexta-feira (8) – 20h30); e Caxias do Sul (domingo (10) – 16h).

Briga pelo G8

Na nona colocação, com cinco vitórias e sete derrotas, o Mogi Basquete tem à frente da tabela Fortaleza (6º, com 8 Vitórias – 5 Derrotas), Franca (7º, com 8 Vitórias – 7 Derrotas), Unifacisa (8º, com 6 Vitórias – 7 Derrotas). Também entram na briga por uma vaga entre os oito melhores Pato Basquete* (10º, com 5 Vitórias – 7 Derrotas), Campo Mourão (11º, com 5 Vitórias – 8 Derrotas), Corinthians* (12º, com 4 Vitórias – 7 Derrotas), e Pinheiros (13º, com 4 Vitórias – 9 Derrotas).

*As duas equipes se enfrentavam até o fechamento deste texto.

Desfalques

O grupo não contou com o armador Cassiano Bueno e o ala-pivô Douglas Santos, que testaram positivo para Covid-19 no exame feito no dia 23 de dezembro, mas tiveram os resultados negativados no teste feito hoje pela manhã. Os dois atletas já fizeram os exames de sangue e cardiológico exigidos pelos protocolos da LNB e agora cumprem o prazo de três dias para retornar ao time. Eles ainda ficam fora do próximo confronto.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias