Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Quarta 22 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/11/2017
mrv

Empresários propuseram acordo milionário com Del Nero sobre Seleção

07 JUL 2015 - 08h00

Um dos maiores agentes no mercado internacional de jogadores de futebol propôs um acordo com a CBF para também se envolver nos amistosos da seleção brasileira. Assim que José Maria Marin assumiu a CBF em 2012, o grupo Figers entrou em contato com o então vice-presidente Marco Polo Del Nero para tentar intermediar um acordo com a empresa Kentaro.

Pela conversa, o acerto ainda seria feito por meio de uma empresa no exterior, a Plausus, sediada em Londres. Os agentes ficariam com US$ 132 milhões (R$ 414 milhões) por permitir mais de 100 jogos da Seleção entre 2012 e 2022. O contrato apenas não prosperou diante de uma negativa de Ricardo Teixeira, que à distância ainda influenciava nas decisões da CBF.

De acordo com contratos e e-mails obtidos pela reportagem, a Kentaro fez uma ofensiva em 2012 para ampliar seu contrato com a CBF, que vencia naquele ano. Para negociar, quem entrou no processo foi Juan Figer e seus filhos André e Marcel.

Se o grupo tem realizado amistosos, é no mercado de jogadores que seus executivos fizeram fama. Em 45 anos de percurso, o grupo foi responsável por mais de mil transferências de jogadores. Em seu site, a empresa também aponta que "gere a carreira dos mais renomados jogadores de futebol do mundo, com atuação abrangente em todas as áreas de gerenciamento de carreira necessárias a uma completa e eficaz assessoria ao futebolista".

O primeiro contato foi feito por Marcel com Del Nero em 2012. Depois de uma série de discussões, a Kentaro, o grupo Figer, Marin e Del Nero fixaram um encontro em Londres. No dia 25 de abril de 2012, no hotel Claridge. No início de maio, Del Nero e Marcel voltariam a se reunir em encontro na sede da Federação Paulista de Futebol (FPF).

O mesmo Marcel, no dia seguinte, visitaria José Maria Marin em seu apartamento na Rua Padre João Manuel, em São Paulo, para o convencer a derrubar o acordo de Teixeira que previa dar aos árabes da ISE um contrato até 2022. Já perto da meia-noite, o empresário flagraria Marin enquanto cochilava e enviaria a foto do dirigente por e-mail ao seu irmão André.

amistosos

A CBF definiu o adversário do segundo amistoso do Brasil antes do início das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, que será na Rússia. No dia 8 de setembro, a seleção vai enfrentar os Estados Unidos, na casa do adversário. Antes disso, está previsto o Superclássico das Américas contra a Argentina, também em solo norte-americano.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias