Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 18 de dezembro de 2018

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 18/12/2018
MRV DEZEMBRO - 13º EM DOBRO

Sequestro relâmpago provoca W.O. do Ecus na Segunda Divisão

04 AGO 2015 - 12h04
Um sequestro relâmpago foi o motivo da derrota por W.O. do Esporte Clube União Suzano (Ecus) no último domingo, quando a equipe de Suzano não compareceu ao Estádio Ulrico Mursa, para enfrentar a Portuguesa Santista, pela 16ª rodada da Segunda Divisão. Segundo o presidente do clube, Sérgio Chagas, o Serginho, um membro da empresa parceira do clube sofreu um sequestro no distrito de São Miguel Paulista, na Zona Leste de São Paulo, na madrugada de sábado para domingo.

"O supervisor da nossa parceria, que iria trazer a van com motorista até Suzano para seguirmos até o litoral, sofreu um sequestro relâmpago na madrugada do último sábado para domingo, e só foi libertado pelos bandidos momentos antes da partida. De início, fomos comunicados de que o meio de transporte havia quebrado, mas depois fomos comunicados do ocorrido", disse Serginho.

Segundo o presidente do Leão do Colorado, o supervisor da empresa foi agredido e registrou um boletim de ocorrência (B.O.) informando o sequestro. "Ele sofreu escoriações no rosto, mas ainda bem que nada de mais grave aconteceu. Os bandidos ficaram circulando com ele no carro durante horas, e queriam que ele sacasse dinheiro em um caixa eletrônico. Ficamos muito abalados, pois é uma situação gravíssima e preocupante".

Agora, o Ecus deverá recorrer à Federação Paulista de Futebol (FPF) para reverter o W.O., que creditou uma vitória de 3 a 0 para a Portuguesa Santista. "Vamos encaminhar o caso, juntamente com o B.O., para tentarmos reverter essa punição", completou Serginho.

O Ecus segue na lanterna do Grupo 3 da Segundona, com cinco pontos, restando dois jogos para o término da primeira fase.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias