Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Quinta 23 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 23/11/2017
mrv

Lance Livre

06 AGO 2015 - 08h00
Acidentes Ferroviários

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) constituída com a finalidade de investigar os acidentes ocorridos no transporte ferroviário de carga no Estado de São Paulo, presidida pelo deputado Chico Sardelli (PV), reuniu-se ontem para ouvir o procurador da República Aureo Marcus Makiyama Lopes, sobre as ocupações às margens das linhas férreas e outros assuntos atinentes à temática da CPI.

Situação mais crítica

A situação mais crítica relativa ao problema, de acordo com Makiyama, relaciona-se às passagens de nível (cruzamentos nas linhas férreas) em estado irregular, fora das adequações técnicas apropriadas, questão identificada há aproximadamente cinco anos, quando começou a acompanhar o problema.

Na região

Os problemas com as passagens de nível também são constantes na região. Além da falta de sinalização e do perigo, que as pessoas passam ao atravessar a linha, nos últimos dias houve um embate, por exemplo, em Mogi das Cruzes - entre a Prefeitura e a MRS - após a morte de uma pessoa na passagem de nível.

Perda com impostos

A crise financeira nos entes federados chegou a um estado calamitoso. É o que aponta estudo publicado pela Confederação Nacional de Municípios (CNM). Dentre as causas estão a redução das alíquotas do Imposto sobre Produtos industrializados (IPI) e o "congelamento" da tabela de alíquotas do Imposto sobre a Renda (IR). As duas medidas fizeram com que os municípios perdessem R$ 121,454 bilhões de reais entre 2008 e 2014.

Mais prejudicados

De acordo com o material publicado pela entidade, os municípios de São Paulo foram os mais prejudicados. O impacto das desonerações dos dois impostos no período de 2008 a 2014 chega a R$ 16,1 bilhões. Em segundo lugar aparecem os municípios mineiros com uma perda de R$ 15,9 bilhões. Na terceira posição ficam as cidades da Bahia com impacto de aproximadamente R$ 11 bilhões.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias