Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Sexta 24 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/11/2017
mrv

Lance livre

29 ABR 2015 - 08h00

Condemat e Segurança Pública

A Câmara Técnica Legislativa do Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat) pretende se encontrar com autoridades de órgãos de segurança pública do Estado e também com representantes da concessionária SPMar para buscar soluções para dois problemas que preocupam a região: os índices de violência nas 11 cidades e o abandono das áreas próximas às alças de acesso ao Rodoanel Mario Covas (SP - 21).

Agendamento

O agendamento das reuniões foi acordado pelos presidentes das Câmaras Municipais que participaram da 1ª Reunião Ordinária do grupo de trabalho, realizada ontem na Câmara de Guarulhos.

Objetivos

Um dos objetivos da Câmara Técnica Legislativa é pontuar questões relacionadas à segurança de todos os municípios com representantes dos Comandos de Policiamento de Área Metropolitano (CPA/M), da Polícia Militar, e também das Delegacias seccionais que respondem pelas 11 cidades do Alto Tietê.

SPMar

Já com a SPMar, responsável pela construção do Trecho Leste do Rodoanel, os presidentes de Câmaras vão cobrar as medidas compensatórias e reparatórias da construção das alças de acesso em Poá, Suzano, Ferraz de Vasconcelos e Itaquaquecetuba, que estão com o entorno abandonado.

Agricultura

A agricultura paulista receberá investimentos de R$ 207 milhões do governo do Estado, recursos que serão destinados ao seguro rural, às linhas de crédito e aos programas de aquisição de tratores e implementos com juro zero.

Cinturão Verde

A expectativa é de que o Alto Tietê, como principal cinturão verde do Estado, seja contemplado. O anúncio foi feito pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) durante a abertura da 22ª edição da Agrishow, Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação.

Pró-Trator

Para o programa Pró-Trator serão liberados R$ 85 milhões para novos financiamentos, totalizando, desde seu início em 2009, o montante de R$ 585 milhões. “O prazo de financiamento do Pró-Trator será aumentado para até oito anos com três anos de carência e juros zero. Esse benefício será concedido ao pequeno e médio produtor”, explicou o governador.

2º trator

Outra novidade é que o programa possibilitará a aquisição de um segundo trator ao produtor que, tendo comprado equipamento pelo Pró-Trator, já esteja com seu financiamento liquidado.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias