Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Terça 21 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 19/11/2017
mrv

Lance Livre

03 JUL 2015 - 08h00

Campanha do Agasalho

Durante o discurso, no encerramento da Campanha do Agasalho 2015, no Tiro de Guerra, o prefeito de Suzano, Paulo Tokuzumi (PSDB), esclareceu que as, aproximadamente, 3 mil famílias chamadas pelo CadÚnico para verificar o cadastro do programa federal Bolsa Família não são de responsabilidade da Prefeitura.

Confusão

Isso porque estaria acontecendo uma pequena confusão sobre quem de fato responde pelo programa.

MDS

Segundo Tokuzumi, quem chamou as famílias, por meio de carta, foi o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS). O CadÚnico da Prefeitura de Suzano apenas verifica os dados.

Famílias cadastradas

A medida acontece, segundo ele, porque nem todas as famílias cadastradas no programa estão em situação de vulnerabilidade. A medida é realizada em todo País.

14 mil

Atualmente, Suzano possui cerca de 14 mil famílias inscritas no Bolsa Família. Destas, 3 mil terão os dados compilados para detectar a necessidade de se manterem no Bolsa Família.

Voto

O voto é um instrumento crucial para o exercício da cidadania e manutenção da democracia. Por meio dele, os brasileiros têm nas mãos o poder de decidir o futuro do País. Diante disso, foi instituído o Dia Nacional da Consciência do 1° Voto, que passou a ser comemorado em 26 de junho.

Estabelecida em lei

A data foi estabelecida pela Lei n° 13.120, de 7 de maio de 2015, em homenagem a Passeata dos Cem Mil que, em 1968, levou milhares de cidadãos, entre eles muitos jovens, às ruas contra a Ditadura Militar e em defesa da democracia. De acordo com o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Dias Toffoli, o dia serve exatamente para “estimular o jovem a participar da política”.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias