sábado 13 de julho de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 12/07/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
SAÚDE

APCD-RMC faz alerta de conscientização para o Dia Mundial Sem Tabaco e de Luta Contra o Câncer Bucal

Tabagismo é o principal fator de risco para o câncer de boca; dados do INCA indicam que cerca de 15 mil novos casos são diagnosticados todos os anos

28 maio 2024 - 09h31Por da Reportagem Local

Em 31 de maio são comemoradas duas datas de grande importância para a saúde bucal da população: o Dia Mundial Sem Tabaco e o Dia de Luta Contra o Câncer Bucal. A Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas Regional de Mogi das Cruzes/Alto Tietê (APCD-RMC) faz um alerta sobre os malefícios do cigarro, que vão desde intercorrências estéticas até o câncer de boca, que é grave e pode levar à morte quando não diagnosticado e tratado de forma adequada.

"A cada trago, o fumante coloca seu organismo em contato com mais de 4,7 mil elementos tóxicos, como nicotina, alcatrão, solventes, metais pesados, amônia, formol e agrotóxicos. Por esse motivo, neste dia 31 de maio, a APCD-RMC faz um apelo para que as pessoas se conscientizem sobre a importância de combate ao fumo e de prevenção ao câncer de orofaringe", destaca o presidente da APCD-RMC, o cirurgião-dentista Paulo Oliveira.

O Instituto Nacional do Câncer (INCA) estima que pelo menos 15 mil novos casos de câncer de boca e orofaringe sejam diagnosticados no Brasil a cada ano. Ele ocorre com mais frequência na língua, amígdalas, gengivas e assoalho da boca, mas também podem ocorrer nos lábios, céu da boca, glândulas salivares e outros pontos da cavidade bucal.

Os sintomas podem variar entre manchas brancas e vermelhas que aparecem no interior da boca ou pequenas feridas que demoram para cicatrizar. Caso o paciente não busque por atendimento adequado, as lesões podem evoluir para metástase e levar à morte.

A orientação é que, ao menor sinal de alterações no interior da boca, os cidadãos procurem pelo atendimento de um cirurgião-dentista. O profissional poderá identificar os sintomas de câncer de boca ainda que em fases iniciais e realizará os encaminhamentos necessários para exames. Caso confirmado o diagnóstico, o paciente será orientado a procurar os serviços especializados de atendimento e tratamento da doença.

Fatores de risco
O presidente Paulo Oliveira destaca que o tabagismo está entre os principais fatores de risco para o surgimento do câncer de boca e que a melhor estratégia para combate à doença é a conscientização. “Precisamos falar do assunto de forma constante para que fumantes se conscientizem sobre riscos que correm. Essa é uma das bandeiras defendidas pela APCD-RMC, em favor da Saúde Bucal de toda a população”, aponta.

Além do fumo, também são fatores de risco para o câncer de boca a ingestão de bebidas alcoólicas, exposição ao sol e exposição a determinadas poeiras industriais. Os homens são mais propensos à doença, sendo responsáveis por cerca de 2/3 dos casos no Brasil.

Sobre a APCD-RMC
A Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas Regional de Mogi das Cruzes/Alto Tietê (APCD-RMC) é uma entidade sem fins lucrativos que trabalha pela valorização da Odontologia e da profissão do cirurgião-dentista em toda a região do Alto Tietê. Fundada em 22 de outubro de 1959, a APCD-RMC é referência regional na área da Odontologia e, há mais de uma década, se destaca na oferta de cursos de especialização e aperfeiçoamento em diversas áreas odontológicas. A APCD-RMC também realiza importante trabalho social, oferecendo atendimento especializado com valores reduzidos aos pacientes que passam pelas triagens na clínica acadêmica da instituição.

Deixe seu Comentário

Leia Também