Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Terça 21 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 21/11/2017
mrv

Bacia do Alto Tietê terá R$ 60 mi para modernizar sistema de irrigação

21 MAR 2015 - 08h00

O governo de São Paulo vai liberar R$ 60 milhões por meio de uma linha de crédito com juros subsidiados (juros zero) para a modernização dos sistemas de irrigação das propriedades rurais localizadas nas bacias de contribuição dos reservatórios para abastecimento público do Alto Tietê. O programa foi lançado ontem pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB), em Piracaia.

Do total autorizado, R$ 7 milhões serão destinados para subvenção de juros do Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista (Feap)e R$ 53 milhões para os financiamentos por intermédio de Desenvolve SP. As bacias de contribuição dos reservatórios para abastecimento público do Alto Tietê são: Taiaçupeba, Jundiaí, Biritiba, Paraintinga e Ponte Nova.

De acordo com o governo, o objetivo é incentivar a modernização dos equipamentos de irrigação com a substituição de tecnologias ultrapassadas e a adoção de técnicas que permitam, por meio da otimização dos recursos hídricos, grande diminuição na captação de águas superficiais na bacia do Alto Tietê. Serão contemplados pelo programa pequenos agricultores dos municípios de Biritiba Mirim, Mogi das Cruzes, Salesópolis e Suzano.

"Juros zero, financiamento para os agricultores poderem substituir seus equipamentos antigos ou adquirir equipamentos novos, um ano de carência, seis anos para pagar", disse Alckmin.

O prazo para o pagamento do financiamento será de até seis anos, com até um ano de carência, e o valor máximo a ser tomado será de R$ 240 mil por beneficiário do programa.

Para serem contemplados, os projetos precisam comprovar uma eficiência mínima de 85% de rega, ou seja, de cada litro de água captado, o sistema deverá aproveitar no mínimo 850 ml na irrigação da planta. Com a inovação, estima-se que a economia de água será de 50% em cada projeto.

INTERESSADOS

A linha estará disponível a partir de 7 de abril até 17 do mesmo mês, e os produtores interessados em participar do programa deverão fazer a inscrição no escritório da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati) de Mogi das Cruzes.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias