Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Segunda 20 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 19/11/2017
mrv

Duas mil famílias da região precisam atualizar cadastro do Bolsa Família

15 MAR 2015 - 08h00

Mais de duas mil famílias do Alto Tietê precisam atualizar seus dados no Cadastro Único (CadÚnico) do programa Bolsa Família para ter o valor do benefício desbloqueado. O prazo para o recadastramento vai até sexta-feira. As famílias que estão há mais de dois anos sem efetuar a atualização e que perderem o prazo poderão ter o benefício cancelado.

Cerca de sete mil famílias da região foram notificadas quanto à necessidade da revisão cadastral. Aquelas que não conseguiram fazer a atualização ficarão com o benefício bloqueado até o momento que fizerem o recadastro. "Quem fizer a atualização até 20 de março poderá voltar a receber o Bolsa Família, desde que continuem com perfil para o programa", destaca a coordenadora-geral de administração de benefícios do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Caroline Paranayba.

A atualização cadastral é uma ação periódica do Bolsa Família, que verifica se as famílias inscritas continuam dentro do perfil para receber o benefício. Qualquer alteração seja de endereço, renda, composição familiar ou na localização da escola dos filhos para o acompanhamento da frequência escolar, deve ser comunicada à gestão municipal e registrada no cadastro da família.

Na hora do recadastramento é importante levar documentos como a Carteira de Identidade (RG), CPF, título de eleitor, certidão de nascimento das crianças, comprovante de residência e a declaração de matrícula dos filhos na escola.

Em fevereiro deste ano, mais de R$ 12 milhões foram destinados a cerca de 70 mil famílias da região que receberam o benefício. No Brasil, mais de 14 milhões de famílias recebem o beneficio do programa Bolsa Família.

O CadÚnico atende famílias com renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa ou renda mensal total de até três salários mínimos. Ele abrange os seguintes programas sociais: Bolsa Família, Minha Casa Minha Vida, Brasil Carinhoso, Carteira do Idoso, Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), dentre outros.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias