Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sexta 14 de agosto de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 13/08/2020
PMMC  VACINAÇÃO - SARAMPO
PMMC ECOTIETÊ
PMMC ALEITAMENTO MATERNO
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC LED
Região

Itaquá instala 18 radares; operação começa em janeiro

Objetivo, segundo prefeitura, é identificar locais com alto índice de acidentes e circulação de veículos

Por Daniel Marques - de Suzano08 DEZ 2019 - 13h00
Itaquá instala 18 radares; operação começa em janeiroFoto: Regiane Bento/Divulgação
A Prefeitura de Itaquaquecetuba está instalando controladores eletrônicos de velocidade em 18 pontos da cidade. A maioria das instalações acontece nas entradas do município. A previsão é de que eles comecem a operar em janeiro.
 
O objetivo, segundo prefeitura, é identificar locais com alto índice de acidentes e circulação de veículos, pedestres e ciclistas, a fim de evitar acidentes nesses locais, trabalhar com educação no trânsito e monitorar as vias para aumentar a segurança. Os radares também poderão ajudar a Polícia Militar, em casos de veículos roubados, furtados, com pendências ou em rotas de fuga.
 
Quatro instalações acontecem na Rodovia João Afonso de Souza Castellano (SP-66), uma das principais vias de ligação às cidades de São Paulo, Poá e Suzano. Entre eles, um está sendo implantado no cruzamento com a Avenida Ítalo Adami e outro no cruzamento com a Rua Ferraz de Vasconcelos.
 
Os bairros que vão receber radares são Aracaré, Jardim Patrícia, Jardim Caiuby, Vila Bartira, Chácara Holliday, Marengo, Jardim Itapuã, Rio Abaixo e Jardim Odete, Mandi e Centro. As instalações serão feitas em mais de um ponto em alguns bairros.
 
Os radares utilizados serão fixos e mistos, todos visíveis. 
 
Não serão utilizados os radares estáticos (tripé), o que ocasiona uma percepção de efeito surpresa nos motoristas. Segundo a Prefeitura de Itaquá, a medida acontece porque o objetivo "não é a fiscalização de velocidade, penalizando os moradores, e sim o monitoramento do tráfego nas divisas do município, a fim de reforçar a segurança e a diminuição de acidentes".
 
Prejuízos
 
Para os motoristas, a ideia não caiu bem. Eles dizem que os radares serão implantados para prejudicar quem transita pelas vias da cidade.
 
Acostumado com o trânsito da cidade, o motorista de aplicativo Francivom Barretos Santos, 46, diz que tem habilitação há mais de 15 anos e nunca recebeu tantas multas como em 2019. "Só esse ano, tomei sete multas em Itaquá e Suzano, e de todas as formas possíveis. É para isso que esses radares servem", reclama.
"Isso só serve para roubar o dinheiro do povo. Aqui não precisa de tudo isso", diz a professora Itamara Carvalho, 33. Ela é moradora de Poá, mas conhece bem Itaquá.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias