Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Quinta 23 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/11/2017
mrv

Poá investe em obras e projetos nas áreas de saúde, educação e mobilidade

26 MAR 2015 - 08h00

O investimento em obras e ações administrativas garantem aos moradores de Poá melhores condições de vida.

O primeiro ponto de Wi-Fi público da cidade na tradicional e histórica Praça da Bíblia na avenida Nove de Julho é uma das grandes novidades. No setor de transporte, o prefeito Marcos Borges (PPS) garantiu o Passe Livre para todos os estudantes do município.

Neste ano, o prefeito também realizou a correção dos reajustes nas Taxas de Lixo e do Imposto Predial e Territorial (IPTU)-, que tiveram seus valores aumentados de forma abusiva nos anos anteriores, foram corrigidos e a surpresa foi que em muitos casos o desconto na aplicação dos impostos para 2015, (IPTU e Taxa de Lixo) ficaram 80 % menor do que os anos anteriores, mesmo com a aplicação do reajuste anual do Governo Federal.

Na área de habitação, Poá retirou 256 famílias das áreas de risco e de situações de vulnerabilidade social viviam de aluguel e aguardavam na fila por uma das unidades de apartamentos do programa Minha Casa Minha Vida.

O prefeito também recebeu o apoio do governador Geraldo Alckmin (PSDB) para sair na frente com projetos voltados para o uso racional e consciente da água.

O "programa Poa +" será o canal de desenvolvimento de ações que cuidará do patrimônio mais precioso da cidade para as futuras gerações, que á Agua de Póa, considerada atualmente uma das melhores do Mundo.

A parceria com o Estado também está voltada para a instalação de uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI)no Hospital Municipal Guido Guida, bem como para a construção de mais creches e o apoio do programa Casa Paulista para instalação de mais moradias populares na cidade.

BOM PRATO Comida de qualidade, caseira e completa com arroz, feijão, carne, legumes, salada, pão, fruta e suco por R$ 1,00 também é outro benefício que o prefeito Marcos Borges está buscando viabilizar. Marcos solicitou pessoalmente ao secretário estadual de Desenvolvimento Social, Rogerio Hamam, a viabilidade de estudos para a instalação do serviço Bom Prato no município.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias