Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 31 de maio de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 30/05/2020
PMMC RETOMADA
PMMC HOSPITAL DE CAMPANHA
DIARIO DE SUZANO SOLIDÁRIO
Quarentena no Estado

Prefeitos do Alto Tietê discutem aplicação de multas onde há aglomeração de pessoas

Em videoconferência, Conselho de Prefeitos delibera sobre o reforço na segurança para garantir cumprimento do isolamento social e liberam funcionamento de feiras livres

Por da Região06 ABR 2020 - 19h51
Governador João Doria (PSDB) anunciou o prorrogamento do estado de quarentena em todo o EstadoFoto: Governo do Estado de São Paulo/Divulgação

Prefeitos do Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat) participaram de uma videoconferência na tarde desta segunda-feira (6) para discutir as ações necessárias para o cumprimento do novo decreto do Governo do Estado que prorroga a quarentena nas cidades paulistas por mais 15 dias – de 8 a 22 de abril. Além de validar a importância do isolamento social para reduzir a curva de contaminação do coronavírus, há entendimento dos prefeitos em reforçar a atuação das equipes de fiscalização e segurança para garantir que apenas os serviços essenciais funcionem e menos pessoas circulem pelas ruas.

“Há uma grande pressão de alguns setores para liberação das atividades, mas os números não param de subir e estamos diante de uma responsabilidade maior, que é conter o avanço do coronavírus na nossa Região e, consequentemente, no Estado. Diante disso, há o entendimento dos nossos prefeitos em cumprir integralmente as novas determinações do governador”, ressaltou o presidente  do CONDEMAT, prefeito Adriano Leite.

Em algumas cidades, já foram adotadas medidas para o controle no acesso de visitantes e até o fechamento de praças para impedir a concentração de pessoas. A partir da determinação do governador João Doria, para uso de força policial se necessário, os prefeitos vão intensificar a fiscalização para o cumprimento da quarentena pela maioria da população. Isso inclui, em alguns locais, até mesmo a aplicação de multas em bancos e outros estabelecimentos onde há aglomeração de pessoas.

Há consenso de todos os prefeitos do CONDEMAT sobre a liberação de funcionamento de feiras livres e mercados municipais, porém apenas nas bancas que comercializam hortifrutigranjeiros, peixes e carnes e respeitando as recomendações de distanciamento social e de cuidados de higiene. As igrejas e templos devem permanecer fechados.

“É muito importante esse alinhamento regional e seguiremos conversando  para definir as condutas diante de cada nova situação. Através das Câmaras Técnicas, o Consórcio também acompanha outros desdobramentos, como os investimentos emergenciais para ampliar a capacidade de atendimento nos municípios e as medidas necessárias para minimizar os impactos financeiros”, concluiu o presidente do CONDEMAT. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias