Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Quarta 22 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/11/2017
mrv

Vandalismo prejudica atendimento em unidade de saúde de Ferraz

18 MAR 2015 - 08h00
Os serviços oferecidos pela Secretaria de Saúde de Ferraz de Vasconcelos têm sido prejudicados em razão da ação de vândalos. Na madrugada de segunda-feira, indivíduos entraram no Pronto Atendimento Infantil (PAI), localizado no número 1.391 da Avenida Governador Jânio Quadros, no Parque São Francisco. Além de outros objetos, foram levados fios de cobre, o que fez com que o serviço no local fosse suspenso, voltando ao normal apenas ontem.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Luis Claudio da Rocha Guillaumon, não é a primeira vez que uma unidade de saúde da cidade é invadida e furtada. Somente neste ano, foram alvos de meliantes a Unidade Básica de Saúde (UBS) Antônio Nhan (CDHU), que fica no número 261 da Rua Américo Trufelli, também no Parque São Francisco, e a UBS da Vila Santo Antonio, que funciona no número 581 da Rua Guarani. No posto do CDHU, chegaram a levar até a geladeira do equipamento.

Na madrugada de segunda, foi a vez do PAI ser furtado. Medicamentos e um ventilador foram levados, além de estetoscópio. Contudo, o que mais prejudicou o atendimento no local foi a ausência de fios de cobre, que também foram levados pelos invasores. O furto do material fez com que o atendimento prestado pela unidade fosse interrompido. Há 60 dias, o endereço especializado na saúde do público infantil já havia sido alvo de meliantes, que, na oportunidade, levaram fios de cobre, além do medidor de quilowatts da Bandeirante Energia.

O secretário de Governo de Ferraz, Juracy Ferreira da Silva, determinou, junto à linha de frente da Saúde, que a Segurança no entorno dos postos de saúde seja reforçada. Ele destaca também a “audácia” dos ladrões e pede que a comunidade auxilie no combate à criminalidade, entrando em contato com a Guarda Civil Municipal (GCM), pelo número 153, ou com a Polícia Militar, pelo 190, para comunicar atos de vandalismo e qualquer suspeita quanto à presença de pessoas estranhas próximas aos equipamentos e em horários fora do expediente (8 às 17 horas). “O prejuízo não é contabilizado, tão somente, quanto ao material levado, como neste caso, os fios de cobre, ou o relógio de energia. O prejuízo é imensurável, quando falamos de atendimento direto à população, ainda mais o PAI, que atende crianças. Muitas mães e seus filhos ficaram sem acolhimento, ontem, devido a esse furto, pois o espaço ficou sem energia elétrica e sem condições alguma de acolhimento. Apenas hoje (ontem), conseguimos retomar os trabalhos. Já estamos conversando com as autoridades policiais, para que as rondas sejam intensificadas e a segurança local, reforçada. Mas, também, pedimos colaboração da comunidade, para que denuncie, caso perceba alguma ação estranha”, considera Silva.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias