Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Sexta 24 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/11/2017
mrv

Alto Tietê registra um homicídio a cada dois dias, apontam dados da SSP

26 MAI 2015 - 08h00

As dez cidades do Alto Tietê registraram em média um homicídio a cada dois dias. Nos quatro primeiros meses deste ano, a região registrou 72 homicídios. O número é 2,86% maior do que o registrado no mesmo período do ano passado, quando os municípios contabilizaram 70 mortes violentas. Os dados foram divulgados ontem pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP).

Três cidade da região apresentaram queda nos casos em um ano. Santa Isabel teve quatro registros no primeiro quadrimestre de 2014 e até agora não contabilizou nenhum homicídio. Biritiba Mirim teve uma queda de 100% nos números de casos. A cidade contabilizou dois homicídios no ano passado, contra um neste ano. Já Ferraz de Vasconcelos teve uma queda de 42,86%. Contabilizou sete casos no ano passado contra quatro neste ano.

Outras três cidades mantiveram a taxa estável no comparativo entre os dois períodos. Suzano registrou dez casos em cada ano, Poá contabilizou uma morte violenta e Salesópolis não teve registros de homicídios.

AUMENTO

O maior aumento registrado no Alto Tietê foi em Arujá: 200% em um ano. A cidade contabilizou três casos no ano passado e nove, em 2015. Guararema teve um aumento de 100%, já que não havia registrado casos no ano passado e contabilizou um, em 2015.

Mogi das Cruzes teve um acréscimo de 7,69% nos assassinatos e Itaquaquecetuba um crescimento de 5,88% (veja tabela completa ao lado).



ESTADO

Segundo a SSP, o Estado apresentou queda em todos os principais indicadores de criminalidade, entre eles os roubos e furtos em geral e de veículos, durante o primeiro quadrimestre do ano e no mês. Os quatro índices juntos tiveram redução de 9,03% nos quatro primeiros meses do ano.

Os latrocínios e os homicídios dolosos também diminuíram, com 15% e 9,11% casos a menos no período, respectivamente. Nos últimos 12 meses, a taxa de mortes intencionais caiu para 9,65 ocorrências a cada 100 mil habitantes. Com relação aos crimes contra o patrimônio, isoladamente, os roubos de veículo caíram 23,98% em quatro meses.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias