Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sexta 04 de dezembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 04/12/2020
Reisinger Ferreira
ERICA ROMÃO
Sec de Governo - Educação Kit de Atividades 02 - Dezembro
GOLDSTAR
GOLDSTAR

Comboio de carretas provoca lentidão na Prudente de Moraes

Moradores reclamaram do trânsito carregado na SP-66 na noite da última quinta-feira (22)

Por Daniel Marques e Matheus Cruz - de Suzano24 OUT 2020 - 00h20
Caminhões causaram lentidão no trânsito da Prudente de Moraes e o trânsito ficou carregadoFoto: Regiane Bento/Divulgação
Um comboio de carretas carregadas de minério atrapalhou a vida de motoristas e moradores de Suzano na noite da última quinta-feira (22).
 
Os caminhões causaram lentidão no trânsito da Rua Dr. Prudente de Moraes (SP-66) e o trânsito ficou carregado desde o Viaduto Leon Feffer até a região do Hospital das Clínicas. Alguns motoristas de veículos particulares e vans do transporte complementar preferiram fazer o desvio por dentro da Vila Amorim.
 
Segundo os caminhoneiros, o minério seria descarregado e recolocado em trens para ser levado ao Rio de Janeiro. Porém, um problema para descarregar as carretas na empresa de destino motivou a paralisação dos veículos na estrada. O comboio de mais de 20 carretas veio de Corumbá-MS, divisa com a Bolívia, e é de responsabilidade da empresa de transportes Tora. 
 
Ao menos dez carretas ficaram paradas só na Prudente de Moraes na noite de quinta, mas outros caminhões da mesma empresa ficaram estacionados no decorrer da Estrada do Areião. Na manhã de sexta-feira (23) já não havia mais caminhões estacionados nas vias e o trânsito já fluía com normalidade. 
 
Sendo uma das principais vias do município e da Região Metropolitana de São Paulo, a SP-66 tem grande fluxo de veículos leves e pesados, sobretudo em horários de pico, da manhã e à tarde.
 
Segundo a Secretaria Municipal de Transportes e Mobilidade Urbana de Suzano, a cidade conta com uma zona sinalizada de restrição de caminhões, que funciona das 7 às 21 horas no quadrilátero central. Os veículos que, porventura, forem flagrados transitando em local proibido, estão sujeitos à infração de natureza média, no valor de R$130,16 e quatro pontos na carteira.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias