Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Sexta 24 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/11/2017
mrv

Lombadas instaladas na Rodovia Índio-Tibiriçá estão fora de operação

03 MAI 2015 - 08h00

As seis lombadas eletrônicas instaladas entre os quilômetros 58 e 66 da Rodovia Índio-Tibiriçá (SP 31) ainda estão fora de operação, embora três delas já estejam ligadas e registrando a velocidade. Segundo o Departamento de Estrada e Rodagem (DER), as únicas lombadas funcionando na SP-31 estão localizadas nos quilômetros 64,35 e 53,9, que operam normalmente deste março e abril, respectivamente.

As três lombadas ativas, porém sem operação, estão localizadas na proximidade dos quilômetros 58,59 e 65. Os equipamentos dos quilômetros 66 e 60 permanecem com a luz amarela de alerta piscando no topo, porém não registra a velocidade dos carros que passam pelo local. Os equipamentos fora de exercício ainda não estão emitindo multas, mesmo as que já estão ativas.

A rodovia também recebeu a instalação de radares eletrônicos em diversos pontos. Eles estão equipados com câmera de segurança que medem e capturam a imagem dos veículos que trafegam com velocidade acima das permitidas. Em um dos radares instalado, a câmera de segurança havia sido roubada da rodovia. Atualmente, ao passar pelo local - quilômetro 60 da rodovia -, pode-se constatar que o equipamento já foi resposto.

Todas as lombadas eletrônicas instalados na rodovia permitem uma velocidade máxima de 40 quilômetros por hora. Placas indicando o limite de velocidade podem ser vistas em toda a via. O objetivo da implantação dos equipamentos é a redução dos acidentes e a garantia de maior segurança aos motoristas e pedestres nos trechos mais urbanizados.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias