Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Terça 21 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 19/11/2017
mrv

Mais de 13 mil títulos eleitorais podem ser cancelados em Suzano e região

05 MAI 2015 - 08h01

Mais de 13 mil títulos eleitorais podem ser cancelados pela Justiça Eleitoral, em Suzano e Alto Tietê, por ausência não justificada nas últimas três eleições. De acordo com os dados divulgados pelo Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), até ontem apenas 394 eleitores, do total de 14.376 pendentes na região, compareceram aos cartórios eleitorais dos municípios para a regularização do documento. Portanto, 13.982 pessoas podem perder o título. Ontem foi o último dia para acertar a situação com o órgão. O prazo para a regularização começou em fevereiro deste ano e foi estendido até ontem. Durante todo esse período, o site do TRE de São Paulo disponibilizou um link para consulta da situação eleitoral. Ainda assim, boa parte das pessoas que esteve ontem no 181º cartório eleitoral de Suzano, não sabia do prazo.

Foi o caso do segurança, Abner de Barros. Ele contou que nas últimas duas eleições não pôde comparecer por motivo de trabalho. "Precisei de um comprovante de quitação eleitoral para entregar na empresa e descobri que estava irregular. Nem sabia que hoje era o último dia", afirmou.

Para o aposentado, Roberto Silva, faltou mais divulgação do prazo na mídia. "Eles deviam ter noticiado mais nos jornais. Fiquei sabendo pelos meus amigos que hoje era o último dia", reclamou. Silva contou que mora em Jundiapeba, mas que preferiu não transferir o título porque aproveita os dias de eleição para visitar os familiares que moram em Suzano.

Já com a dona de casa, Maristela Antunes, o motivo dela não ter votado foi uma viagem para fora do Estado. "Não votei no segundo turno porque fui viajar e não consegui votar em trânsito", justificou.

Quem não compareceu ao cartório eleitoral dentro do prazo estipulado será penalizado com o cancelamento do documento pela Justiça Eleitoral. Esses eleitores serão impedidos de obter outros tipos de documentos como passaporte e carteira de identidade. Outra consequência é o impedimento dessas pessoas em exercerem cargo público, mesmo que em casos de nomeação, entre outras.



REGIÃO

O município com maior número de faltas da região é o de Mogi das Cruzes.

Foram 3.736 ausências sem justificativa contra apenas 124 regularizações até ontem.

Itaquaquecetuba é a segunda colocada com 3.256 faltas e apenas 73 comparecimentos para justificativa. Na sequência com 2.819 faltas, Suzano que teve até ontem apenas 81 regularizações. Ferraz de Vasconcelos é a quarta cidade com maior índice. São 1.603 contra 36 regularizações.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias