Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Sexta 24 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/11/2017
mrv

Mapa da Violência aponta 164 mortes por arma de fogo na região

15 MAI 2015 - 08h00

Ao todo 164 mortes por arma de fogo foram registradas nas cidades da região. Os dados são do Mapa da Violência: Mortes Matadas por Arma de Fogo e são referentes ao ano de 2012. Deste total, 48,17% são de mortes de jovens, ou seja, 79 pessoas. O relatório foi elaborado pela Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso) em parceria com a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e pastas do governo federal.

Em dois anos, o número de homicídios por arma de fogo aumentou 18,84%, já que em 2010 foram feitos 127 registros. Praticamente todas as cidades do Alto Tietê tivera crescimento na quantidade de homicídios violentos. Suzano é a exceção com uma queda de 7,69% nos casos. A cidade registrou 26 mortes, em 2010, ou 24, em 2012. Salesópolis e Santa Isabel permaneceram zeradas nos dois anos.

Na comparação entre 2010 e 2012, Arujá foi a cidade com maior percentual de aumento de casos. Passou de cinco para 12 em dois anos. O segundo maior crescimento foi em Biritiba Miriam e Guararema, com aumento de 100% (veja quadro completo ao lado).

Os pesquisadores elaboraram um ranking com as cidades que mais cometeram este tipo de crime em 2012. A cidade com maior incidência de casos na região - de acordo com o número de habitantes - é Itaquaquecetuba. Com 60 mortes, a cidade ficou na 515ª colocação no País, seguida de Ferraz de Vasconcelos, que ocupa a 778ª colocação.



JOVENS

Com relação a morte de jovens por arma de fogo, Itaquá ocupa o 277º lugar com 29 casos, seguida de Poá com nove registros. O ranking é feito de acordo com a taxa de homicídios por arma de fogo.

Outros municípios constam no ranking de mortes violentas de jovens. Arujá ocupa o 367º lugar, com seis mortes; Ferraz de Vasconcelos está na 379ª colocação do ranking nacional, com 12 mortes. Suzano ocupa a 412ª colocação, com dez homicídios de jovens e Mogi das Cruzes está na 442ª colocação, com 12 mortes.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias