Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 20 de janeiro de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 20/01/2021
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
CENTRO MÉDICO CLUBE DS  - OFTALMOLOGIA
GOLDSTAR
Cidades

Metalúrgicos aprovam negociações da Campanha Salarial 2020/2021

Assembleia aconteceu na sede do Sindicato e teve uma boa presença de trabalhadores

Por de Suzano27 NOV 2020 - 13h04
Metalúrgicos aprovam negociações da Campanha Salarial 2020/2021Foto: Divulgação
Os metalúrgicos de Suzano aprovaram, durante assembleia realizada na quarta-feira (25) à noite, as negociações da Campanha Salarial 2020/2021, que foram realizadas nos últimos meses pelo Sindicato e a Federação dos Metalúrgicos do Estado de São Paulo. A assembleia aconteceu na sede do Sindicato e teve uma boa presença de trabalhadores, que ouviram do presidente Pedro Benites como foram as negociações e ao final aprovaram os resultados por unanimidade.
 
As cláusulas sociais foram renovadas por um ano e, além disso, os metalúrgicos de Suzano conseguiram um reajuste salarial baseado na inflação do período, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que foi de 4,77%. Este índice será repassado em duas parcelas, sendo 3,5% a partir de 1o de janeiro de 2021 sobre os salários de 31 de outubro de 2020, e os outros 1,227% a partir de 1o de março de 2021 sobre os salários de 1o de janeiro de 2021.
 
Além disso, o Sindicato também negociou e conseguiu para os metalúrgicos um abono salarial de 9,5%, dividido em duas vezes, sendo 5% até o dia 18 de dezembro de 2020 sobre os salários de 31 de outubro de 2020, e os outros 4,5% até o dia 21 de janeiro de 2021 sobre os salários de 31 de outubro de 2020.
 
O presidente Pedro Benites explicou aos trabalhadores que as negociações foram muito difíceis, em virtude da grave crise econômica que afeta toda a economia e também devido à pandemia. Mesmo assim, segundo ele, os resultados foram considerados positivos, tanto no âmbito econômico como na área dos direitos dos trabalhadores.
 
“Conseguimos repor a inflação do período e tivemos ainda um abono salarial significativo, isso sem falar na renovação das cláusulas sociais. A legislação passou por mudanças nos últimos anos e hoje as cláusulas sociais têm muito valor. Uma mudança nas cláusulas pode comprometer, por exemplo, o pedido de aposentadoria de um trabalhador. Por isso, conseguir a renovação por mais um ano foi uma conquista muito importante”, explicou.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias