Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 09 de dezembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 07/12/2019
Evatânia Psicopedagoga
COLÉGIO PLENITUDE
Suzano

Passageiros criticam falta de segurança de passarelas

Locais estão sem manutenção

Por Daniel Marques - de Suzano02 DEZ 2019 - 15h00
Passageiros criticam falta de segurança de passarelasFoto: Sabrina Silva/DS
Passageiros reclamam da falta de manutenção e segurança das passarelas das estações Braz Cubas, Calmon Viana, Poá e Ferraz de Vasconcelos da Linha 11-Coral da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). 
 
As passagens são usadas para atravessar de um lado a outro da linha férrea. No entanto, quem depende das passarelas para isso precisa enfrentar a insegurança, tanto com roubos e usuários de entorpecentes quanto pela estrutura em alguns casos.
 
Em Braz Cubas, por exemplo, a estrutura metálica da passarela usada para atravessar da Avenida Anchieta para a Rua Santa Virgínia está enferrujada e tem causado medo em quem passa pelo local. 
 
O aposentado Eli Rodrigues de Freitas, 79, diz que a região está esquecida pelas autoridades. Ele afirma que são raras as vezes em que vê alguém realizando manutenção na passagem. "Precisa de manutenção, mas é difícil alguém mexer ali. Isso sem contar o risco de alguém te jogar dali de cima", contou.
 
Eli cobra um olhar mais carinhoso das autoridades com a situação. "Em Suzano, as pessoas têm escada rolante e até elevador. Os moradores daqui pagam o mesmo valor da passagem, e por que não podem ter os mesmos direitos? É difícil até para subir aqui", lamentou.
 
Em Poá, o problema é com a falta de segurança nas passagens por conta de usuários de entorpecentes, que tomam conta das passarelas e proximidades, principalmente no período noturno. 
 
O caso acontece em Calmon Viana, onde muitas pessoas precisam passar para terem acesso a uma empresa de artigos refratários que fica ao lado da estação de trem; e em uma passarela que fica próxima a estação de Poá, próxima a divisa com Ferraz.
 
Fernanda Carvalho, 29, pede por mais rondas de viaturas nas proximidades de Calmon Viana. "É muito difícil passarem. Não quero ser vítima de roubos como pessoas que conheço foram", disse a funcionária pública. "Não tenho coragem de passar aqui à noite. A iluminação é muito ruim e ficam algumas pessoas usando drogas aqui embaixo", falou Jorge de Jesus, 27, pedreiro. Ele precisa circular quase que diariamente pela passarela que fica entre as estações de Poá e Ferraz.
 
O morador de Ferraz, Israel do Nascimento, pede para que a passarela que fica próxima ao cruzamento da Avenida Zilda Arns com a Rua Washington Luiz tenha sua estrutura alterada. Para ele, a passagem que foi construída com muros poderia ser feita com grades. "Isso facilitaria para que víssemos quem está na passarela. Com muros, não tem como", afirma o vigilante, que leva o filho diariamente à escola e precisa passar pelo local, que também está com iluminação parcial.
 
Respostas
 
A Secretaria de Segurança Urbana de Poá afirmou que vai reforçar as rondas nas regiões citadas na reportagem com a Guarda Civil Municipal. A pasta ainda reforçou algumas ações de segurança que estão sendo realizadas na cidade, como a construção do Centro de Segurança Integrada (CSI) e a revitalização de dois prédios que estão na Praça Rui Barbosa e garantirão o retorno da 2ª Companhia da Polícia Militar à região central da cidade.
 
Em Ferraz, a Secretaria de Serviços Urbano disse que a equipe da Coordenadoria Técnica de Iluminação Pública (CTIP) vai ao local avaliar se são necessários reparos. Além disso, a GCM afirma que realiza patrulhamento preventivo no local e que, caso necessário, a população deve entrar em contato pelo 153.
 
Em nota, a CPTM afirmou que a passarela de Braz Cubas passou por manutenção e reforço do guarda-corpo em junho. A companhia está desenvolvendo um projeto para a construção de uma nova passarela e, por enquanto, os usuários com deficiência ou mobilidade reduzida podem atravessar a via férrea pela passagem sobre trilhos, com o auxílio de um funcionário.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias