Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Quinta 23 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/11/2017
mrv

Radar da Rodovia Índio-Tibiriçá começa a funcionar a partir de hoje

08 MAI 2015 - 08h01

O Departamento de Estradas e Rodagens (DER) informou que vai colocar em operação, a partir da zero hora de hoje, o radar da Rodovia Índio-Tibiriçá (SP-31). O equipamento está instalado no quilômetro 58. A velocidade máxima permitida será de 40 km/h.

Além do radar da SP-31, outros dois equipamentos começam a funcionar hoje na região. Um no quilômetro 72 da Rodovia Henrique Eroles (SP-66), a Mogi-Guarema, e outro na Rodovia Professor Alfredo Rolim de Moura (SP-88), a Mogi-Salesópolis, na altura do quilômetro 73. A velocidade permitida nestes trechos será de 60 e 40 quilômetros por hora, respectivamente.

De acordo com o departamento, até o fim deste semestre, a SP-31 será monitorada em mais dez pontos. Oito deles por lombadas eletrônicas e dois por radares fixos entre os quilômetros 38 até o 66.

No início deste mês, o DS já havia denunciado que das seis lombadas eletrônicas instaladas entre os quilômetros 58 e 66 da rodovia nenhuma delas estava operando. Três delas, nos quilômetros 58, 59 e 65, estavam apenas ligadas a energia elétrica, mas com as luzes de alerta piscando e sem registrar as velocidades dos carros. As que funcionavam corretamente eram as dos quilômetros 64,35 e 53,9.



MAIS RADARES

Preocupados, os moradores e pedestres que passam pela Avenida Armando de Salles Oliveira, pedem uma providência para que seja implantado um radar na via. Eles reclamam de motoristas que passam pelo trecho em alta velocidade. "Está precisando de radar. A velocidade com que os motoristas passam por aqui é espantosa", contou o morador José Luiz Teixeira. Ele também revelou que é comum ver condutores fazendo ultrapassagens perigosas principalmente no período da noite.

A designer de interiores Tabata Roberta de Lima também concorda com a colocação do aparelho para fiscalizar. "Não só o radar, mas faltam sinalizações como da faixa de pedestres e lombadas", sugeriu.

"Seria uma boa iniciativa. É melhor colocar uma lombada ou radar antes que aconteça um acidente", observou o porteiro César Leandro de Paula.



PREFEITURA

Em resposta aos questionamentos, a Prefeitura informou que iniciou a implantação do radar na rua e depois de instalado o equipamento, algumas aferições técnicas ainda devem ser feitas. Ressaltou ainda que a medida atende a pedidos de moradores do entorno que entraram em contato por meio de denúncias. A administração negou que no local haja falta de sinalização.

A cidade conta hoje com 12 pontos de fiscalização de radares fixos, além de um ponto de lombada eletrônica educativa. O local específico de cada equipamento pode ser encontrado no site da Prefeitura.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias