Envie seu vídeo(11) 4745-6900
terça 25 de janeiro de 2022

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 25/01/2022
PMMC PEDÁGIO CANCELADO
COVID CENTRO MÉDICO
Centro médico influenza
Saúde

USF Jardim Ikeda recebe implantação do ‘Monitoramento do Cuidado’

Funcionários estão capacitados para identificar situações de violência

Por de Suzano08 DEZ 2021 - 16h16
USF Jardim Ikeda recebe implantação do ‘Monitoramento do Cuidado’Foto: Mauricio Sordilli/Secop Suzano

A Secretaria Municipal de Saúde concluiu a implantação do projeto “Monitoramento do Cuidado” em mais uma unidade de atendimento. Desta vez, a localidade contemplada foi a Unidade de Saúde da Família (USF) Maria José Lima Souza, no Jardim Ikeda, no distrito de Palmeiras. A iniciativa visa o acompanhamento multidisciplinar de vítimas da violência e a prevenção de novos casos. 

Para isso, as equipes passaram por uma por uma formação de cinco encontros, que chegou ao fim neste mês, com um treinamento desenvolvido pela própria pasta, por meio da Diretoria de Atenção à Saúde em parceria com a Rede de Atenção à Pessoa Vítima de Violência Doméstica e Sexual (RAPSVDS).

A capacitação é ampla e contempla agentes comunitários de saúde, médicos, enfermeiros, farmacêuticos, auxiliares de enfermagem, psicólogos, auxiliares de limpeza e funcionários do setor administrativo, a fim de que todos estejam aptos a identificar eventuais casos de violência. Entre os temas debatidos durante a formação estão os conceitos da violência, instrumentos de trabalho, rede intersetorial, entre outros assuntos importantes.

Essa é a oitava unidade de saúde a receber o projeto inédito na cidade. O processo de implantação no município começou em abril e desde então já contemplou seis unidades da região norte, passando pelo Miguel Badra Alto e Miguel Badra Baixo, Boa Vista, Parque Maria Helena, Jardim Europa e Jardim Revista. Na região central, a ação já está vigente na USF Vereador Marsal Lopes Rosa, na Vila Amorim, enquanto que, em Palmeiras, as equipes da USF Vereador Gregório Bonifácio da Silva, na Vila Fátima, também foram capacitadas. 

Todo o processo de formação é acompanhado de perto pela diretora de Atenção à Saúde, Flávia Verdugo, e pela coordenadora da RAPSVDS, Magna Barboza Damasceno. Segundo a diretora, a iniciativa é bem recebida pelas equipes das unidades, que se demonstram sempre interessadas em aprender mais sobre o assunto para prestar um atendimento de qualidade.

“Seguimos com a premissa de sempre oferecer uma formação continuada aos nossos colaboradores da Saúde, por isso apostamos em um conteúdo qualificado que faz a diferença para o repertório de conhecimento do profissional e que, claro, contribui por uma prestação de serviço cada vez melhor. Nosso objetivo é um atendimento humanizado, capaz de identificar situações de violência e referenciar cada caso”, explicou Flávia.

Para o secretário municipal de Saúde, Pedro Ishi, o projeto é de grande importância para auxiliar vítimas que, por vezes, sofrem caladas. “Em poucos meses, o ‘Monitoramento da Violência’ já demonstrou resultados concretos com mais de 700 casos identificados. A iniciativa é voltada especialmente aos grupos mais vulneráveis, como mulheres, idosos e crianças em situação de violência doméstica. Muitas vezes essas vítimas têm como única referência a unidade de Saúde mais próxima de casa e é lá que precisamos atuar para acolher essas pessoas e encaminhar para o serviço de referência adequado”, detalhou.

 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias