Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Quinta 23 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 23/11/2017
mrv

David Uip anuncia mais vagas de oncologia para o Alto Tietê em 2016

23 JUL 2015 - 08h01

 Com a abertura do centro oncológico do Hospital das Clínicas Luzia de Pinho Melo, em Mogi das Cruzes, no início do próximo ano, a região ganhará mais vagas para atender os pacientes que sofrem de câncer. A iniciativa foi divulgada ontem pelo secretário de Estado da Saúde, David Uip, durante vistoria no Hospital Municipal de Mogi das Cruzes, em Braz Cubas.

Segundo Uip, as obras serão finalizadas no final deste ano. "Tivemos algumas dificuldades com a obra em decorrência da instalação dos aparelhos e sistemas de proteção, mas vamos finalizá-la até o final do ano. Embora hoje a região seja atendida por meio do convênio com radioterapia. Neste momento ninguém que precise do serviço ficará sem atendimento", detalha.

O prefeito de Mogi das Cruzes, Marco Bertaiolli (PSD), completa que a abertura é fundamental para que o serviço seja definitivo na cidade. "Com a inauguração da clínica anexa ao Luzia, nós temos condições de oferecer outros serviços e caracterizar as funções do hospital”.

Atualmente, Mogi possui convênio firmado com o Instituto do Câncer Arnaldo Vieira de Carvalho para o tratamento radioterápico dos pacientes da cidade e região. O contrato para construção do edifício de radioterapia, passarela de interligação com o hospital e adequação da portaria existente foi estabelecido entre Estado e CDG Construtora Eireli em 23 de abril do ano passado. A obra recebe investimentos de R$ 15,3 milhões.



ATENDIMENTO

Ainda segundo o secretário, a pasta deve fazer uma grande campanha de esclarecimento da população para alertar sobre o uso de cada unidade hospitalar. O objetivo da ação é direcionar os munícipes aos locais que prestarão atendimento adequado a cada questão. Por exemplo, caso uma criança sofra de febre ela pode ser atendida em uma Unidade Básica de Saúde (UBS), em casos de média complexidade o atendimento pode ser realizado no Hospital Municipal e em casos emergências a criança deve ser encaminhada ao Luzia de Pinho Melo.

"O Luzia começará a priorizar o atendimento de pacientes com quadros graves e gravíssimos no pronto socorro infantil a partir de 1º de agosto. A medida reorganiza o atendimento pediátrico na região e permite que o hospital atenda aqueles que mais precisam", destaca Uip.

Outro tema debatido foi o Pacto Regional de Saúde. Uip frisa que dentro do pacto estadual a pasta dividiu em quatro estruturas os hospitais, entre eles os do projeto Santas Casas Sustentáveis e filantrópicos. O objetivo da ação é direcionar o atendimento e oferecer qualidade aos pacientes.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias