Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Quarta 13 de Dezembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 13/12/2017
mrv

Força-tarefa para segurança pública com comunidade e polícia é criada

06 MAI 2015 - 08h01

 Após colocar em prática a força-tarefa de Combate à Dengue no município e que teve início no último final de semana em três bairros da cidade com o atendimento de 1,5 mil residências, o prefeito de Poá, Marcos Borges (PPS), junto com representantes do Conselho de Pastores Evangélicos do município e os comandantes das Polícias Civil e Militar, começou a traçar o planejamento para a realização de uma Força-Tarefa da Segurança Pública em Poá.

Borges detalhou as medidas que serão adotadas após o encontro ocorrido na manhã de ontem em seu gabinete, no paço Municipal. "Vamos trabalhar muito a questão da informação de como denunciar com segurança e anominato às autoridades policiais e setores de segurança e contaremos com os líderes comunitários e religiosos para que propaguem essas orientações à população para que as medidas preventivas e ações mais diretas sejam adotadas, preservando assim o bem estar de toda a população", frisou o chefe do Executivo poaense.

O prefeito destacou o trabalho que será feito pelos pastores junto a suas comunidades. "Eles serão os nossos propagadores desta informação e do trabalho que será realizado. Também realizaremos ações com a distribuição de panfletos informativos, divulgando massivamente os números diretos da área de segurança para que as pessoas de bem denunciem qualquer atividade que considerarem suspeitas e que coloquem a comunidade em risco", frisou o prefeito.

Os números que serão divulgados para as denúncias nesta ação serão o 190, da Polícia Militar; o 181 e 180, da Polícia Civil para casos de denúncias diversas e de atos de violência contra a mulher, respectivamente; e o 153, que é da Guarda Civil Municipal (GCM), de Poá.

Durante o encontro com o prefeito e os pastores evangélicos, os representantes das Polícias Civil e Militar em Poá deixaram claro que a cidade está em situação mais cômoda que outros municípios da região como Suzano e Ferraz, que apresentam altos índices se comparadas as estatísticas por número de habitantes, mas que o trabalho deve ser mantido e melhorado.

O presidente do Conselho de Pastores Evangélicos de Poá, Clodoaldo Massagli, destacou a importância do encontro e colocou toda a comunidade evangélica à disposição da Administração Municipal e Polícias Militar e Civil para divulgar este trabalho em conjunto com a Prefeitura de Poá. "Este é o segundo encontro que realizamos com o prefeito Marcos Borges e sentimos que ele tem o desejo enorme de colaborar para melhorar a qualidade de vida das pessoas. E isto passa pela questão da segurança. Estamos aqui para colaborar com soluções e a aplicação delas para o bem estar de todos nós", afirmou Massagli.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias