Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Terça 21 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 19/11/2017
mrv

Intensificadas ações para multar donos de terrenos baldios irregulares

21 MAI 2015 - 08h01

 Ferraz está intensificando as ações que visam à limpeza, segurança e a ordem de áreas particulares da cidade que não estão sendo utilizadas. De responsabilidade das secretarias municipais de Serviços Urbanos e de Obras, a iniciativa não tem prazo para terminar. Segundo o prefeito Acir Filló (PSDB), que esteve na terça-feira fiscalizando, junto a sua equipe técnica, algumas áreas no Jardim Santa Rosa, o proprietário que não murar seu terreno e manter as suas áreas limpas, estarão sujeitos a multas.

A ausência de manutenção em terrenos baldios favorece o acúmulo de lixo, o crescimento de vegetação e, consequentemente, a proliferação de insetos e de animais peçonhentos, além de servir de cenário para a ocorrência de crimes, como roubo e estupro. Em caso de desobediência, o proprietário está sujeito a sanções, como notificação e multas que podem chegar até R$ 20 mil.

O objetivo da ação é também incentivar os donos de terrenos não produtivos de toda a área urbana do município a manter os espaços limpos e cercados. A princípio, todos os proprietários de terrenos baldios de Ferraz vão receber uma notificação por parte da municipalidade, solicitando a manutenção das áreas.

A vegetação alta se torna ideal para a proliferação de insetos e de animais peçonhentos, que acabam invadindo residências vizinhas. Essas condições também facilitam a ação de meliantes, que escolhem, de forma conveniente, terrenos baldios para praticar assaltos ou estupros.

De acordo com o prefeito, o objetivo desta ação não é apenas multar e sim que o problema seja resolvido. "Temos, ainda, o objetivo de combater o descarte irregular de entulhos, de restos de construção e de outros objetos que, posteriormente, virem focos de ratos, de mosquito da dengue e de outros animais e insetos que transmitem doenças”.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias