Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 12 de dezembro de 2018

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 11/12/2018
MRV DEZEMBRO - 13º EM DOBRO
PMMC DEZEMBRO - SALA DO EMPREENDEDOR
PMMC BAZAR SOLIDARIO 2018

Acidentes

24 NOV 2018 - 23h59
A situação das rodovias brasileiras piorou, reflexo direto da redução de investimentos públicos em manutenção das estradas federais, conforme especialistas. 
De acordo com a pesquisa de rodovias realizada pela Confederação Nacional do Transportes (CNT), 61,8% das estradas do país estão em condições regular, ruim ou péssima.
Para a CNT, a precariedade das estradas reflete a queda nos investimentos federais e a recessão dos últimos anos. Em 2011, o governo injetou R$ 11,2 bilhões nas estradas, volume que caiu para R$ 8,61 bilhões em 2016 - mesmo nível de 2008. Neste ano, de janeiro a junho, foram R$ 3,01 bilhões.
Segundo a entidade, apenas 12% da malha total de 1,735 milhão de quilômetros do País é pavimentada. 
Nos feriados as ações para evitar os acidentes são reforçadas. A tentativa é garantir a segurança dos motoristas e pedestres nas estradas. 
Nesta semana, o DS trouxe reportagem mostrando que, após as operações nas rodovias da região, pelo menos 46 acidentes foram registrados, durante o feriado prolongado, nas rodovias que passam pelo Alto Tietê. Deste total, 26 pessoas ficaram feridas (leves e graves). O balanço não contabilizou nenhuma morte. As informações foram divulgadas pela 4ª Cia, do 1º Batalhão de Polícia Militar Rodoviária (PMRv). 
Ao longo de seis dias, a polícia rodoviária realizou ações educativas, preventivas e repressivas, com o enfoque em reduzir ocorrências, principalmente a de mortes nas estradas. 
Com isso, 1.530 multas foram emitidas. A maioria por consumo de álcool, ultrapassagens perigosas, motocicletas, limites de velocidade, cinto de segurança/dispositivo de retenção, a famosa cadeirinha para crianças.
Além das multas, a polícia também realizou prisões e a apreensão de documentos. Para se ter ideia, 92 Certificados de Registro de Licenciamento de Veículos (CRLVs) e 24 CNHs (Carteira Nacional de Habilitação) foram recolhidos. Novamente, a maior incidência de apreensões é decorrente a motoristas embriagados. 
Ao todo, três pessoas foram presas. Uma por receptação (dirigindo veículo roubado/furtado) e dois foragidos da Justiça. 
O levantamento se baseou em dados de acidentes nas rodovias Ayrton Senna/Carvalho Pinto (SP-70); Dom Pedro I (SP-65); Dom Paulo Rolim Loureiro (SP-98), a Mogi-Bertioga; Índio-Tibiriçá (SP-31); entre outras na região e em Guarulhos, totalizando mais de 455 quilômetros de malha viária.
Apesar de toda a operação, o número de acidentes ainda preocupa. É preciso fiscalizar mais, criar novos projetos para reduzir as ocorrências.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias